15.04.2019 | 16h00


ASSASSINATOS EM SÉRIE

Idoso é morto com tiros na cabeça 2 meses após execução do filho em leilão

A vítima foi atingida por dois tiros na cabeça, dentro de casa. O corpo foi encontrado por familiares.


DA REDAÇÃO

Sebastião Gomes dos Santos, de 79 anos, foi morto com dois tiros na cabeça. O corpo foi encontrado por familiares na casa da vítima, no Centro de Rondonópolis (a 212 km de Cuiabá), na manhã desta segunda-feira (15).

O assassinato do idoso acontece quase dois meses após o filho dele também ter sido assassinado. O pecuarista Nelson Gomes Bento, de 55 anos, foi morto com três tiros na noite de 14 de fevereiro, no pátio de uma casa de leilões, localizada na BR -364, também em Rondonópolis.

“É possível que os crimes estejam relacionados devido a proximidade das vítimas e o espaço de tempo entre os assassinatos, porém, os dois casos ainda estão sob investigação”, disse um investigador, ao .

Nesta segunda-feira, a PM chegou a acionar o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que quando chegou ao local constatou que o idoso já estava morto. A casa onde o crime aconteceu foi isolada e analisada pela Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

“É possível que os crimes estejam relacionados devido a proximidade das vítimas e o espaço de tempo entre os assassinatos, porém, os dois casos ainda estão sob investigação”, disse um investigador.

Na época do assassinato do filho, Nelson, testemunhas disseram à Polícia Militar que o criminoso estava no local à espera da vítima há alguns minutos. Assim que Nelson desceu de sua caminhonete Volkswagen Amarok foi surpreendido e atingido pelos tiros. O assassino fugiu  em uma motocicleta Honda Twister sentido ao Centro da cidade.

Ninguém foi preso em ambos os crimes.

Os assassinatos são investigados pela Divisão de Homicídios da cidade.

Leia mais

Pecuarista é assassinado a tiros em casa de leilões de Mato Grosso











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

Enquete

R$ 65 MILHÕES

Você é a favor ou contra o corte de Bolsonaro no orçamento da UFMT e IFMT?

Sim, só produzem baderna

Não, vai piorar o nível dos cursos

Sim, a maior parte do gasto é com altos salários de servidores

Não, deveria aumentar os investimentos

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER