14.11.2017 | 16h19


HOMOFOBIA

Homossexual é agredido a pauladas e golpes de facão por bando

O jovem relatou que estava andando com outras duas pessoas em avenida de Sinop, quando os agressores começaram a gritar: “peguem o veado”, “vamos matar o veado”..


DA REDAÇÃO

O jovem homossexual J.M.M.L., de 18 anos, sofreu uma tentativa de homicídio. Ele foi espancado e teve uma perna e um braço quebrados por um grupo de agressores enquanto caminhava em uma avenida do bairro Maria Vindilina, em Sinop (500 km ao Norte de Cuiabá).

De acordo com o boletim de ocorrência, internado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), o jovem relatou aos policiais que um grupo o agrediu com pedaços de madeira, golpes de facão e outros objetos.

Conforme o rapaz, ele estava andando com outras duas pessoas, quando os agressores começaram a gritar: “peguem o veado”, “vamos matar o veado”.

A vítima foi socorrida por dois amigos e um homem que passava pelo local em um carro.

O jovem foi levado às pressas à unidade de saúde, onde os médicos constataram que ele estava com fraturas e ferimentos por todo o corpo. Ele foi medicado e passa bem.

Um dos agressores foi identificado pela vítima, porém os policiais não conseguiram prender o bandido. 

O caso está sendo investigado pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Judiciária Civil (PJC) como tentativa de homicídio por homofobia. 

Crimes por homofobia

Mato Grosso registra pelo menos um asassinato por homofobia a cada três dias. De janeiro a agosto deste ano foram registradas 89 ocorrências motivados pela homofobia no Estado. Os dados são do Grupo Estadual de Combate aos Crimes de Homofobia (GECCH), que faz parte da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) e equivalem a um caso a cada três dias no Estado.

A alta taxa de assassinatos coloca MT em terceiro lugar no país em relação a este tipo de crime, com um assassinato para cada 367 mil moradores.

Leia mais

Mato Grosso registra um assassinato por homofobia a cada três dias

Homem estupra travesti deficiente e usa muleta para quebrar seu braço

Travesti é assassinada com tiro no pescoço pelo companheiro

Vídeo mostra momento em que travesti é atropelada em VG

Travesti é encontrada morta com faca cravada no rosto

Polícia encontra corpo de travesti assassinada com chave de fenda

Polícia encontra travesti morta no meio da rua em Rondonópolis











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER