09.06.2019 | 08h40


RIXA FATAL

Homem morre após levar facada nas costas em bar de Várzea Grande

Segundo a PM, Marcos da Silva bebia com amigos quando iniciou uma briga com um desafeto e acabou esfaqueado em frente ao estabelecimento. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local.


DA REDAÇÃO

Marcos Silva Santos, 41 anos, morreu na noite de sábado (08) após ser esfaqueado nas costas por Jhonatan Souza da Silva, 29 anos, em frente ao bar Ponei, na Avenida Ary Leite de Campos, no Bairro Jardim Itororó, em Várzea Grande.

O Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) foi acionado, mas quando os paramédicos chegaram no local a vítima já estava morta.

De acordo com a Polícia Militar (PM), Marcos e o acusado - que já se conheciam e tinham problemas pessoais – bebiam com outros amigos quando, em determinado momento, os dois iniciaram uma briga em frente ao bar e Jhonatan deu à facada em Marcos. O assassino tentou fugir, mas foi pego por testemunhas na rua que fica atrás do estabelecimento. O motivo do desentedimento não foi divulgado pela polícia.

Em seguida, os militares prenderam o acusado. Ele estava com alguns ferimentos nas mãos e nos joelhos ocasionados durante a tentativa de fuga. A faca usada no crime não foi encontrada.

Jhonatan foi encaminhado a Delegacia Civil e vai responder por homicídio doloso (quando há intenção de matar).

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) fez análise da cena do crime e um laudo com detalhes da morte será divulgado nos próximos dias. O corpo de Marcos Silval foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML).

Galeria de Fotos:
Credito:
Credito:
Credito:
Credito:










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Enquete

R$ 65 MILHÕES

Você é a favor ou contra o corte de Bolsonaro no orçamento da UFMT e IFMT?

Sim, só produzem baderna

Não, vai piorar o nível dos cursos

Sim, a maior parte do gasto é com altos salários de servidores

Não, deveria aumentar os investimentos

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER