14.01.2019 | 11h00


CORPO CARBONIZADO

Homem invade casa e queima vivo adolescente de 16 anos

A vítima chegou a ser transferida para o Pronto-Socorro de Cuiabá, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na madrugada desta segunda-feira.


DA REDAÇÃO

O adolescente Caio Vinícius Anadão Barboza, 16 anos, morreu no Pronto-Socorro de Cuiabá, na madrugada desta segunda-feira (14), após ter 90% do corpo queimado. O caso aconteceu no município de Colniza (a 1.065 km de Cuiabá).

Ao , um policial militar da cidade revelou que vizinhos viram o momento em que um homem, ainda não identificado, invadiu a casa e colocou fogo no corpo do adolescente. Em seguida, o suposto assassino, segundo testemunhas, pulou o muro da casa e fugiu.

A PM também verificou, por meio de câmeras de segurança de um posto de combustível, que uma pessoa a pé comprou gasolina no local, o que levanta suspeita de que o ‘cliente’ possa ser o autor do crime.

Relatos iniciais, apurados pela Polícia Civil, apontam que o homem que cometeu o crime é conhecido na região por invadir casas e cometer furtos. Na madrugada de domingo (13), ele espalhou combustível pela cozinha e no corpo do adolescente, depois colocou fogo.

As chamas da casa e do corpo da vítima foram apagadas com água pelos vizinhos que ouviram os gritos de socorro. Devido à gravidade das queimaduras, Caio foi transferido em estado grave para o Pronto-Socorro de Cuiabá, mas não resistiu aos ferimentos e morreu horas depois de dar entrada na unidade.

O corpo foi liberado às 3h desta segunda por uma equipe da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), onde passa por exames de necropsia antes de ser liberado para procedimentos funerários.

O caso é investigado pela Polícia Civil.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

Enquete

R$ 65 MILHÕES

Você é a favor ou contra o corte de Bolsonaro no orçamento da UFMT e IFMT?

Sim, só produzem baderna

Não, vai piorar o nível dos cursos

Sim, a maior parte do gasto é com altos salários de servidores

Não, deveria aumentar os investimentos

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER