22.05.2019 | 14h40


EMBOSCADA EM COLNIZA

Gerente de fazenda de Riva e Silval tem caminhonete crivada de balas

A vítima foi atingida no braço e nas costas. A fazenda foi palco de conflito entre seguranças e invasores, o que resultou na morte de um homem e deixou 9 feridos.


DA REDAÇÃO

Um gerente da Fazenda Agropecuária Bauru (Magali), que pertence ao ex-deputado José Riva e ao ex-governador Silval Barbosa, foi alvo de uma emboscada, na manhã desta quarta-feira (22), em Colniza (a 1.065 km de Cuiabá).

A vítima teve a caminhonete Volkswagen Amarok crivada de balas por disparos efetuados por pistoleiros. Os tiros atingiram o braço e as costas do gerente. Um investigador afirmou ao que a vítima não corre risco de morte.

A fazenda em questão foi palco de um intenso confronto entre seguranças e invasores de terras em janeiro deste ano. O conflito resultou na morte de um homem e deixou nove pessoas baleadas.

Na época, quatro seguranças foram presos, porém liberados pelo juiz Alexandre Sócrates, da Segunda Vara de Juara. O magistrado entendeu que os posseiros desrespeitaram uma ordem judicial ao invadir a fazenda e que os seguranças agiram em legítima defesa.

Nesta quarta-feira (22), conforme a Polícia Civil, nenhum suspeito de ter cometido a emboscada contra o gerente foi localizado.

A vítima também disse ter ficado atordoada com a sequência de disparos e não conseguiu ver quantos atiradores eram.

A quantidade de tiros e tipo de arma utilizada serão esclarecidos após laudo da análise feita pela Perícia Oficial e Identificação Técncia (Politec).

 

Galeria de Fotos:
Credito:
Credito:
Credito:










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER