13.01.2018 | 14h51


EM SINOP

Estudante é encontrada morta dentro de casa e polícia investiga suicídio

A estudante de 26 anos, Taciane Aparecida da Silveira, foi encontrada morta em seu apartamento, em Sinop. Ao lado do corpo foram encontradas uma seringa e algumas porções de entorpecentes.



A estudante de 26 anos, Taciane Aparecida da Silveira, foi encontrada morta em seu apartamento, no bairro Jardim Botânico, em Sinop (500 km ao Norte de Cuiabá), na manhã de quinta-feira (11). A Polícia Civil investiga a suspeita de Taciane ter cometido suicídio.

Taciane foi encontrada pela irmã por volta de 11 horas, hora em que a Polícia Militar foi acionada.

Ao lado do corpo foram encontradas uma seringa e algumas porções de entorpecentes.

A Polícia Civil aguarda o laudo da perícia para saber a real causa da morte.

O Corpo de Bombeiros foi chamado para prestar socorro, mas a vítima já estava morta e não apresentava sinais de agressão, nem marcas pelo corpo.

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) esteve no local e ainda deve emitir um laudo especificando a causa da morte. O corpo foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) para exame de necropsia.

Taciane é natural de Terra Nova do Norte, mas morava em Sinop, onde fazia faculdade de técnica em Agropecuária.

Peça ajuda

Em entrevista ao , o porta-voz do Centro de Valorização da Vida de Cuiabá (CVV), Carlos Eduardo Latterza de Oliveira, ressaltou que as ligações de pessoas em depressão tem aumentado em até 20%, devido aos sentimentos de solidão e exclusão, em alguns momentos não se sentem felizes e podem atentar contra a vida.

Com um trabalho significativo na prevenção de suicídio, o centro atua valorizando a vida, o ser humano, com uma abordagem centrada na pessoa, de escuta ativa.

O atendimento do CVV é feito pelo telefone 188. A sede da unidade fica na rua Comandante Costa, número 296, Centro de Cuiabá. O e-mail para contato é o cuiaba@cvv.org.br.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER