16.03.2017 | 09h20


"PRETO SAFADO"

Empregada doméstica é presa por xingar vigilante dos Correios em Cuiabá

O foi registrado na agência dos Correios no Centro de Cuiabá. O vigilante relatou que esta era a quarta vez que a mulher o agredia pelo fato da porta giratória travar


DA REDAÇÃO

A empregada doméstica, identificada como C.O., 54 anos, foi presa pela Polícia Militar, acusada de injúria racial contra um vigilante da agência central dos Correios, localizada no Centro de Cuiabá, na manhã de quarta-feira (15).

De acordo com informações, o fato aconteceu por volta das 9 horas, após a abertura da agência. Conforme o boletim de ocorrência, a empregada ficou irritada pelo fato da porta giratória travar, enquanto ela tentava passar.

O vigilante que foi identificado como A.F.S., 31, pediu para que ela tirasse os objetos de metais da bolsa e colocasse em locais visíveis.

A acusada retirou alguns objetos e ao tentar passar novamente, a porta travou. A empregada doméstica se irritou, passou a chutar a porta e a agredir o segurança verbalmente, dizendo: “preto safado, noiado, vagabundo, sem vergonha”, além de questionar o trabalho do segurança.

Em seguida, A.F.S., 31, acionou a Polícia Militar. Quando os militares chegaram ao local, o vigilante disse que decidiu denunciar o fato porque ficou constrangido e esta seria a quarta vez que a acusada tinha este comportamento de o humilhar quando ia até a agência.

Já a acusada, negou as ofensas verbais, assim como de ter tentado quebrar o vidro da porta giratória que travou quando ela tentava entrar.

No entanto, funcionários e clientes que estavam na agência, confirmaram as agressões cometidas pela mulher.

Ela foi encaminhada para o Centro Integrado de Segurança e Cidadania (Cisc), do bairro Planalto'

O caso será investigado pela Polícia Civil. 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER