11.09.2010 | 14h07


Defesa Civil envia aeronaves para conter incêndios em Chapada e Rondonópolis

WILLIAN FIDELIS
Assessoria/Casa Militar

O fogo que se alastra no Parque Nacional de Chapada dos Guimarães, desde o começo desta semana, tem gerado preocupações aos dirigentes do parque, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Para combater o avanço do incêndio eles acionaram a Defesa Civil de Mato Grosso, que prontamente atendeu o pedido.

Duas aeronaves contratadas pelo Governo do Estado foram enviadas ao parque na manhã desta sexta feira (10.09), para conter o fogo que se espalhava na parte mais alta do parque. O superintendente de Defesa Civil, major BM Agnaldo Pereira, disse que quando o fogo se espalha por encostas é muito difícil conter o avanço. “O fogo já estava nas proximidades e encostas do Morro de São Jerônimo. As equipes que estão combatendo por terra não conseguiriam apagar o fogo, por isso quando fomos solicitados enviamos as aeronaves para apagar o incêndio”, informou.

Além das aeronaves, mais quatro equipes por terra do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil estão atuando no parque em Chapada dos Guimarães. Uma outra aeronave foi encaminhada para atuar em outro incêndio que atinge a terra indígena Tadarinama, que fica no município de Rondonópolis, onde a Secretaria Municipal de Meio Ambiente solicitou apoio a Defesa Civil estadual para combater o fogo que estava em fase inicial. “Na região de Rondonópolis o problema maior que faz alastrar o fogo são os ventos fortes que também atingem grande parte do Estado”, disse o major Pereira.

O superintendente citou ainda que no ano de 2010 já totalizou mais de 1.800 ações de combate a incêndio em todo o Estado de Mato Grosso. Nesta sexta-feira (10.09) pela manhã o Comitê de Gestão do Fogo, se reuniu no Parque Massairo Okamura, de onde saiu uma proposta para ser encaminhada ao governador Silval Barbosa, que pede a prorrogação do período proibitivo das queimadas que encerra no dia 15 de setembro, para o dia 30, ou seja quinze dias a mais.

O incêndio do Parque Nacional de Chapada dos Guimarães e da terra indígena Tadarinama, até o fim da tarde desta sexta-feira ainda não havia sido extinto, mas estava controlado.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER