15.04.2019 | 19h00


CORAÇÃO DE JESUS

Colégio reforça segurança; Polícia investiga alunos após ameaça de massacre

As medidas foram tomadas depois que um aluno fez postagens nas redes sociais sugerindo massacre na escola.


DA REDAÇÃO

Após ameaças de ataque no Colégio Coração de Jesus, no Centro de Cuiabá, nesta segunda-feira (15), a unidade de ensino informou que vai reforçar a segurança em todos os períodos e que o aluno responsável pelas postagens não estuda mais no local.

As informações foram confirmadas ao pela mãe de um aluno. À reportagem, a direção disse que não iria se posicionar sobre a contratação de segurança.

Inicialmente o aluno, que tem 15 anos, foi suspenso e em seguida os pais decidiram retirar a matrícula. Pai e filho prestaram depoimento na Delegacia Especializada do Adolescente (DEA).

“Tem a suspeita de que outros alunos participaram das ameaças. Eles estão sendo ouvidos pela polícia que, também, está checando todas as redes sociais”, disse uma mãe.

No início da noite desta segunda, o Colégio Coração de Jesus emitiu nota aos pais de alunos na qual a reportagem teve acesso. No texto, a unidade de ensino informa que “já tomou todas as providências neste caso e fará um aumento das campanhas de conscientização. A segurança e bem-estar emocional dos alunos são preocupações primordiais neste momento. As aulas seguirão normalmente”.

As ameaças

Nas imagens, postadas em um perfil do Instagram, o adolescente aparece ‘fardado’ com os equipamentos de paintball e segurando uma pistola que o pai diz ser de airsoft. Ele afirmou que as postagens eram relacionadas ao esporte, porém, em uma foto do storie, ele colocou a seguinte legenda: “Segunda tem aula hein”.

Rapidamente os prints começaram a circular pelas redes sociais de pais da unidade de ensino ainda no domingo (14). Eles diziam para não levarem os filhos para a escola, pois no local poderia haver um massacre. Diante da repercussão negativa, o pai gravou um vídeo ao lado do adolescente explicando que não viu as postagens, se não teria evitado e que tudo não passa de uma brincadeira.

Veja nota enviada aos pais pelo colégio.

O Colégio Coração de Jesus informa que na noite de domingo, 14 de abril, um aluno do ensino médio, sem consentimento e conhecimento dos pais e da escola, em sua casa, postou imagens com armas em situação de aparente apologia à violência.

O pai do aluno e o aluno já se retrataram publicamente e felizmente tudo não passou de uma “brincadeira de mau gosto”, conforme esclareceram. Agora, ambos se sujeitarão aos procedimentos legais cabíveis e responderão perante as instituições públicas.

O Colégio já tomou todas as providências neste caso e fará um aumento das campanhas de conscientização.

A segurança e bem-estar emocional dos alunos são preocupações primordiais neste momento. As aulas seguirão normalmente.

O Colégio está à disposição dos pais e alunos para mais esclarecimentos e agradece a todos pela compreensão e respeito com a instituição.

 

Direção CCJ

Veja o vídeo

Leia mais

Estudante posta fotos com ameaça de massacre e apavora pais de alunos

Pais de garoto vão responder por ameaça e pagar custos da polícia











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

jose loreto  15.04.19 22h10
jose loreto, seu comentário foi vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas

Matéria(s) relacionada(s):

Enquete

GESTÃO

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora?

Excelente: MT foi destruído por governos anteriores

Bom: Está enfrentando problemss que ninguém quis enfrentar

Ruim: Não faz reformas de verdade e culpa o servidor

Péssimo: Vai conseguir ser pior que Silval e Taques

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER