20.04.2019 | 16h40


COMANDO VERMELHO

Bandido tinha R$ 44 mil escondidos em forno e vaso sanitário

Apreensão do dinheiro foi feita no apartamento do bandido, que confessou que a soma era para despesas do Comando Vermelho.


DA REDAÇÃO

Um bandido de 30 anos, identificado pelas iniciais W.M.T.C., foi preso por uma equipe da Rondas Ostensivas Tático Móvel (Rotam), com R$ 44, 6 mil da facção criminosa Comando Vermelho, que estavam em seu apartamento no condomínio residencial Chapada dos Pampas, no Bairro Coxipó da Ponte, em Cuiabá. O fato ocorreu na sexta-feira (19).

De acordo com informações da Rotam, incialmente ele foi abordado pelos policiais, quando pilotava uma moto Yamaha XP 660R pelo Bairro Jardim Leblon, também na Capital.

Com ele, os militares apreenderam um frasco de lança-perfume e durante a ocorrência o celular do bandido não parava de tocar.

Questionado sobre quem estaria ligando, ele confessou que se tratava de membros da facção criminosa, "querendo saber se a correria deu certo".

Os policias perguntaram que correria seria essa e o bandido disse havia uma grande quantidade de dinheiro em seu apartamento, que serviria para "pagar as despesas do comando”. Já os frascos de lança-perfume deveriam ser entregues aos líderes da facção na Penitenciária Central do Estado (PCE).

A equipe da Rotam foi até a residência dele, no residencial Chapada dos Pampas, e encontrou os R$ 44,6 mil, sendo que R$ 34, 6 mil estavam  em um forno do fogão e o restante (mais de R$ 10 mil) estava embalado em uma sacola plástica, dentro da caixa de descarga do vaso sanitário.

A Rotam ainda achou mais dois frascos de lança perfume na casa do bandido.

Os materiais, assim, como o dinheiro, foram encaminhados à Central de Flagrantes juntamente com o bandido, que foi preso em flagrante.   

Leia mais

Membro Comando Vermelho, que 'batizava' bandidos, é preso após perseguição policial

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER