06.02.2019 | 17h00


36 ANOS APÓS O CRIME

Assassino do pai de ex-deputado federal é preso na Capital; usava pistola

Sargento aposentado da PM foi detido nesta terça-feira (5) com uma pistola carrega de munições calibre .40.


DA REDAÇÃO

Após decisão do Superior Tribunal Federal (STF), uma equipe da Polinter conseguiu prender o sargento aposentado da Polícia Militar, Francisco Martins Pereira, de 59 anos, condenado pela participação no assassinato de Valdivino Luiz Pereira, pai do ex-deputado Federal Valtenir Pereira (MDB), ocorrido há mais de 30 anos.

Francisco foi preso na noite de terça-feira (05), no momento que dirigia sua caminhonete S10, no Bairro CPA I, em Cuiabá. Com ele foi apreendida uma pistola .40 e 13 munições do respectivo calibre.

Após passar por audiência de custódia, no Fórum da Capital, na tarde desta quarta-feira (06), policial será transferido para um presídio militar em Santo Antônio do Leverger (a 33 km da Capital).

A decisão do STF, assinada pelo ministro Luiz Fux, determina a prisão de imediato do sargento para que cumpra a sentença de 12 anos, que já está transitada e julgada.

O caso

O assassinato de Valdivino teve repercussão nacional após ser divulgado, à época, no programa da Xuxa, da Rede Globo, quando os quatro filhos da vítima cursaram a faculdade de Direito para tentar fazer justiça contra os assassinos do pai.

Segundo a denúncia oferecida pelo Ministério Público Estadual (MPE), o homicídio aconteceu no Distrito de São Lourenço de Fátima, em Jaciara (140 km de Cuiabá), em 1983, quando Valdivino deixava um colega, vereador, em sua casa no distrito. No local, os dois encontraram a mulher e a filha do parlamentar chorando diante do barulho de fogos de artifícios, soltados na casa vizinha, onde estavam o ex-prefeito de Juscimeira,  José Rezende Silva, Zé Guia - falecido há três anos, Sandoval Resende da Silva e Francisco.

Com isso, Valdivino foi até o local pedir que não soltassem os fogos. No entanto, os três se irritaram e iniciaram a discussão. Francisco e Sandoval seguraram a vítima para que fosse morta por José. 

Leia mais:

Ministro manda prender PM condenado pela morte de pai de ex-deputado de MT











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER