17.02.2017 | 15h00


FORA DE CONTROLE

Ao cobrar dívida, vendedor ameaça funcionárias e atira contra vidraça de empresa

O caso foi registrado em Cuiabá, nesta quinta-feira (16). Preso, o vendedor alegou que só queria receber


DA REDAÇÃO

O vendedor A.G.N.S., 27 anos, foi preso pela Polícia Militar, acusado de ameaçar funcionárias e atirar contra a vidraça da empresa de mídia digital WebFlávia, na tarde de quinta-feira (16), no bairro Quilombo, em Cuiabá. 

Segundo informações da Polícia Militar, uma das funcionárias que estava na agência foi abordada pelo acusado, que estava com uma arma de fogo. O vendedor teria procurado pela proprietária da empresa dizendo que queria cobrar uma dívida.

Assustada, a funcionária contou ao vendedor que a chefe estava em uma viagem e não podia o atender naquele momento.

Irritado, o vendedor passou a fazer ameaças de morte à funcionária caso ele não recebesse o dinheiro.

Após algum tempo cobrando a funcionária, ele percebeu que não iria receber e foi embora em um Fiat Uno.

No entanto, minutos depois passou na frente da agência e efetuou um disparo em direção às funcionárias. O tiro atingiu uma das janelas da empresa e por sorte ninguém foi ferido.

A Polícia Militar foi acionada e realizou buscas na região. O carro denunciado pelas funcionárias foi abordado ainda nas proximidades e o vendedor foi preso em flagrante ao ser encontrado com a arma de fogo, com quatro munições intactas e outra deflagrada.

Encaminhado [à Central de Flagrantes do bairro Planalto, o vendedor chegou acompanhado por um advogado e manteve a versão de que a proprietária da agência o deve e que ele só queria receber.

As funcionárias, que também estiveram na delegacia, reconheceram o homem e registraram queixa.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER