08.11.2018 | 07h15


CORTES NO GOVERNO

Zeca: 'Medidas amargas' de Mauro têm que passar pela Assembleia ainda este ano

Deputado avaliou que novo perfil do Legislativo pode dificultar aprovação de mudanças em 2019.


DA REDAÇÃO

O governador eleito Mauro Mendes (DEM) deve enviar uma reforma administrativa o quanto antes para que “medidas amargas” não tenham dificuldade em sua aprovação. A avaliação é do deputado estadual Zeca Viana (PDT). Para o parlamentar, se forem enviadas apenas no início da gestão de Mauro, as mudanças na administração podem não ser aprovadas pelos novos deputados eleitos.

“Tem que vir para a Assembleia para que a gente aprecie. Agora, o Mauro precisa fazer essa reforma administrativa, se não fizer o Estado vai continuar no mesmo caos que já está. Tem que fazer reformas profundas, reformas impopulares, e seria importante que essas mensagens viessem neste ano ainda para a Assembleia”, disse Viana.

“No ano que vem tem aí mais de 50% dos eleitos que são novos e talvez venham com cabeça de oposição, falta de conhecimento da própria situação do Estado... então vai ser mais difícil para ser aprovado”, disse Zeca Viana.

Com 14 novos deputados eleitos, a Assembleia Legislativa vive a incerteza de como as bancadas deverão se comportar na gestão democrata. Zeca está entre aqueles que não foram reeleitos.

“No ano que vem mais de 50% dos deputados serão novos e talvez cheguem aqui com cabeça de oposição. Falta de conhecimento da própria situação do Estado... então vai ser mais difícil para ser aprovado (ser for agora)”, avaliou.

Mauro Mendes vem defendendo, desde a campanha eleitoral, que é necessário fazer cortes nos gastos do Governo para que o Estado saia da crise financeira que afeta os cofres públicos desde 2016. A equipe de transição do governador eleito vem se reunindo nos últimos dias com as mais diversas secretarias e autarquias para avaliar onde poderão ser feitos os ajustes. A extinção de pastas, por exemplo, precisa passar pela Assembleia Legislativa. O número de servidores comissionados, já indicou Mauro, deverá ser reduzido.

Leia mais:

Mauro prevê piora na crise financeira com greve de servidores

Pivetta critica falta de transparência de Taques, pede bom senso a servidores e defende corte de cargos











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Enquete

O Governo de Mauro Mendes vai ser melhor ou pior que o de Pedro Taques?

Melhor

Pior

Iguais

Não sei

  • Parcial Votar

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER