13.02.2018 | 15h37


AMEAÇA DE 'RACHA'

Governador nega distanciamento de deputados da base aliada

O descontentamento de deputados com o Governo foi originado com a quebra do acordo feito pelo Executivo de pagar pelo menos R$ 50 milhões em emendas, com recursos do Fundo de Auxílio Financeiro de Fomento às Exportações (FEX).


DA REDAÇÃO

O governador Pedro Taques (PSDB) disse não ver rompimento em sua base aliada, mesmo com parte dos deputados estaduais se distanciando para formar um Bloco Independente na Assembleia Legislativa.

"Eu não vejo esse distanciamento. Só hoje, já conversei com seis. Eles me ligaram, falaram de suas bases, onde estão andando, reclamações, pedindo, agradecendo. Não há distanciamento”, declarou o governador.

O bloco seria formado por parlamentares de situação e oposição. O descontentamento foi originado com a quebra do acordo feito pelo Executivo de pagar pelo menos R$ 50 milhões em emendas, com recursos do Fundo de Auxílio Financeiro de Fomento às Exportações (FEX).

Taques, no entanto, afirmou que tem contato diário com os deputados, que não teriam demonstrado a insatisfação.

“Ontem, por exemplo, conversei com 18 deputados. Eu não vejo esse distanciamento. Só hoje, já conversei com seis. Eles me ligaram, falaram de suas bases, onde estão andando, reclamações, pedindo, agradecendo. Não há distanciamento”, declarou o governador, na última sexta-feira (9).

Estudam integrar a ala independente no Legislativo, de oposição Silvano Amaral (MDB) e os deputados até então aliados Mauro Savi (PSB), Oscar Bezerra (PSB), Wancley Carvalho (PV), Romoaldo Junior (MDB), Wagner Ramos (PSD), José Domingos Fraga (PSD), Baiano Filho e Guilherme Maluf, ambos do PSDB.

Com isso, a oposição liderada pela deputada Janaina Riva (MDB), contará com Allan Kardec (PT), Valdir Barranco (PT) e Zeca Viana (PDT). Enquanto devem permanecer na base aliada, Dilmar Dal Bosco (DEM), atualmente, líder do Governo na Assembleia e do Bloco Integração, o presidente da Casa, Eduardo Botelho (PSB), e os deputados Leonardo Albuquerque (PSD), Pedro Satélite (PSD), Nininho (PSD), Sebastião Rezende (PSC), Jajah Neves (PSDB) e Saturnino Masson (PSDB).











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER