11.07.2018 | 07h00


RECADO DE BLAIRO

Taques: 'Estou muito velho para me sentir lisonjeado com qualquer coisa'

Ministro Blairo Maggi disse em tom de aviso aos adversários do governador que Taques “não está morto” e tem boas chances de ser reeleito.


DA REDAÇÃO

O governador Pedro Taques (PSDB) evitou comentar uma fala do ministro da Agricultura, Blairo Maggi (PP), reconhecendo que o tucano tem boas chances de conseguir se reeleger. Taques disse não se sentir lisonjeado com a declaração do ministro, que foi governador de Mato Grosso entre 2003 e 2010.

“Senhores, eu já estou muito velho para me sentir lisonjeado com qualquer coisa”, declarou Pedro Taques nesta terça-feira (10).

Na segunda-feira, Maggi disse em tom de aviso aos concorrentes ao Palácio Paiaguás que Taques “não está morto”. O recado do ministro ao ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes (DEM) e ao senador Wellington Fagundes (PR) foi com base em pesquisas recentes, que mostrariam os três empatados em intenções de voto.

“Senhores, eu já estou muito velho para me sentir lisonjeado com qualquer coisa”, declarou Pedro Taques.

“Ao que consta o ministro Maggi, ele disse que não vai participar da eleição em Mato Grosso e é um direito dele fazer essas manifestações”, resumiu o governador.

Taques enfrenta índices altos de rejeição em pesquisas realizadas no primeiro semestre deste ano e aparece com percentuais próximos a Mauro e Wellington nas pesquisas quantitativas.

Até o último sábado, quando ficou proibido pela legislação eleitoral de inaugurar obras, o governador realizou uma série de vistorias e entregas com o objetivo de divulgar as realizações de sua gestão.

O governador tenta articular um arco de alianças que conta com sete partidos e, de acordo com pessoas próximas a ele, pretende chegar a um total de 10 siglas. Além do PSDB, também devem estar com o tucano o PSB, o PPS, o PRTB, o Patriota, e o Solidariedade , além do PV.

Leia mais

Blairo vê empate e alerta a Mendes e Wellington: 'O Pedro não está morto'

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER