10.08.2017 | 09h46


FRAUDES DO VLT

Sócio de Riva na Multimetal gastou R$ 2 milhões com carros de luxo

A empresa foi subcontratada pelo Consórcio VLT, responsável pelas obras do VLT, ao valor de R$ 11,5 milhões. A investigação aponta que Altair Baggio teve movimentação financeira incompatível.


DA REDAÇÃO

O relatório elaborado pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) nos autos da Operação Descarrilho mostra que o sócio proprietário da empresa Multimetal Engenharia de Estruturas, Altair Baggio, realizou movimentação financeira incompatível com seu patrimônio, atividade econômica ou ocupação profissional e capacidade financeira. Foram mais de R$ 7 milhões entre janeiro de 2014 e maio de 2015. 

Em 24 de novembro de 2014, Baggio comprou um veículo BMW, no valor de R$ 77 mil. Já em 8 de abril de 2015, Baggio adquiriu um Lamborghini, modelo Gallardo, avaliado em R$ 980 mil. O empresário também comprou uma Ferrari 458 Itália 2011, avaliada hoje em R$ 1 milhão.

Multimetal

A empresa foi subcontratada pelo Consórcio VLT, responsável pelas obras do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), ao valor de R$ 11,5 milhões. Segundo o ex-governador Silval Barbosa (PMDB), em depoimento à PF, o contrato ocorreu após insistência do então presidente da Assembleia Legislativa.

Sócia fantasma

A Multimetal, empresa de Altair Baggio e Guilherme Lomba de Mello Assumpção, lucrou alto quando Janete Riva entrou na sociedade. Ela é esposa do ex-presidente da Assembleia Legislativa, deputado José Geraldo Riva. O Ministério Público Federal (MPF) e a Polícia Federal (PF) descrevem Janete como “testa de ferro” do marido, ao adquirir 40% da Multimetal.

“Restou demonstrado nestes autos, a teor do que consta do Relatório de Análise n° 003/2017, onde se faz referência ao compartilhamento de provas autorizado pelo Juízo da 5ª Vara da Justiça Federal, que Janete Riva, companheira de José Geraldo Riva, adquiriu 40% da Multimetal (à época, Baggio e Cia LTDA), desde o final do ano de 2010, mediante o pagamento de R$ 3,5 milhões, dividido em cinco parcelas de R$ 700 mil, conforme "contrato de gaveta" apreendido na 5ª fase da supracitada operação”, diz trecho da ação.

Embora detentora de 40% da empresa, o nome de Janete Riva nunca constou no quadro societário. Enquanto isso, José Riva, então presidente da Assembleia Legislativa, foi forte defensor da implantação do modal Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), fato público e notório, já que inclusive espalhou outdoors pela capital mato-grossense se intitulando o “pai do VLT”.

Testa de ferro

Segundo depoimento do ex-governador Silval Barbosa (PMDB) à Polícia Federal, Riva pediu a ele que enquanto governador intercedesse para que o consórcio subcontratasse a Multimetal, o que, de fato, foi feito.

“Tal circunstância evidencia que Janete Riva nada mais era do que a "testa de ferro" de José Riva, este, sim, o verdadeiro sócio oculto da Multimetal. O uso de "testa de ferro" consiste em uma das tipologias clássicas de lavagem de dinheiro, mormente em casos em que há agentes políticos interessados em auferir vantagens por intermédio de empresas contratadas por entes públicos”, diz trecho dos autos.

A fim de apurar a forma como o ex-deputado estadual auferiu vantagem na subcontratação da Multimetal, bem como de que forma foram efetuados os repasses de recursos em seu favor (ou em favor de sua esposa), foi cumprido mandado de busca e apreensão na sede da empresa. 

Leia mais:

Janete Riva é sócia de empresa que recebeu R$ 11,5 milhões do VLT

 











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Manoel Messias Antunes  10.08.17 11h10
Aquela antena montada na Assembléia Legislativa também é fruto desta Empresa que a Janete é testa de ferro do marido Riva é sócia também é só o MP investigar pra ver se este cidadão aqui está inventando. Será que os monstruosos estacionamentos da Assembléia o Teatro o prédio do Instituto de Memórias da Assembléia esta empresa dos Rivas também não levaram vantagens nas estruturas vamos lá MP confiamos muito em voc^s.

Responder

12
1

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER