12.03.2019 | 07h00


EM UM MÊS

Petista ‘torrou’ R$ 65 mil de verba indenizatória; Ulysses R$ 3 mil

Os dados referentes ao mês de fevereiro apontam que os 24 deputados estaduais gastaram R$ 1,4 milhão verbas indenizatórias.


DA REDAÇÃO

O deputado estadual Valdir Barranco (PT) foi o que mais ‘torrou’ verba indenizatória no mês de fevereiro deste ano, mesmo com o feriadão de Carnaval, que durou mais de uma semana para os parlamentares. 

O Portal Transparência da Assembleia Legislativa mostra que o petista gastou o teto de sua “cota parlamentar”, ou seja, R$ 65 mil, valor bem acima do utilizado por seu colega de Parlamento, Ulysses Moraes (DC), que registrou gastos de aproximadamente R$ 3,1 mil. A economia de Ulysses, que é deputado de primeiro mandato, foi de R$ 61,9 mil aos cofres públicos. 

Já outros 22 parlamentares utilizaram quase 100% da verba indenizatória. Destaque para Romoaldo Júnior (MDB), que apresentou gastos de R$ 64,99 mil, seguido de Faissal Calil, R$ 64,98 mil. Destes, o deputado Max Russi foi o que menos utilizou o benefício ao registrar gastos de R$ 58,5 mil. 

Se somados, os gastos dos 24 parlamentares somente em verba indenizatórias, o valor acumulado é de R$ 1,4 milhão. Além da VI, os deputados também recebem R$ 25,3 mil de salários, o que representa R$ 607, 2 mil por mês. 

No caso da verba indenizatória, os parlamentares não precisam prestar contas, ou seja, informar onde e em quê o dinheiro foi gasto. Porém, os recursos são disponibilizados para serem usados em despesas relativas ao exercício da atividade parlamentar. 

Devido à polêmica, há na própria Assembleia um projeto de lei, proposto pelo deputado Ulysses Moraes que prevê a redução do valor. Não há data para que a proposta seja analisada e levada ao Plenário.

Veja lista:

1 - Valdir Barranco - R$ 65.000,00

2- Romoaldo Junior (MDB) - R$ 64.999,50

3 - Faissal Calil (PV) - R$ 64.998,30

4 - Doutro João (MDB) - R$ 64.996, 00

5 - Thiago Silva (MDB) - R$ 64.995,80

6- Dilmar Dal Bosco (DEM) - R$ 64.995,38

7 - João Batista (PROS) - R$ 64.995,00

8 - Wilson Santos (PSDB) - R$ 64.991,00

9 - Elizeu Nascimento (DC) - R$ 64.990,00

10 - Janaina Riva (MDB) - R$ 64.990,00

11 - Valmir Moretto (PRB) - R$ 64.989,00

12 - Xuxu Dal Molin (PSC) - R$ 64.982,00

13 - Eduardo Botelho (DEM) - R$ 64.980,00

14 - Doutro Gimenez (PV) - R$ 64.954,32

15 - Guilherme Maluf (PSDB) - R$ 64.900,00

16 - Silvio Favero (PSL) - R$ 64.900,00

17 - Sebastião Rezende (PSC) - R$ 64.862,00

18 - Delegado Claudinei (PSL) - R$ 64.852,19

19 - Nininho (PSD) - R$ 64.750,00

20 - Doutor Eugênio (PSB) - R$ 64.345,23

21 - Lúdio Cabral (PT) - R$ 64.331,93

22- Paulo Araújo (PP) - R$ 60.500,00

23 - Max Russi (PSB) - R$ 58,500,00
24 - Ulysses Moraes (DC) - R$ 3.097,78

 

 

 

 











(6) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Armindo de Figueiredo Filho  13.03.19 11h10
VAI TORRANDO...VAI TORRANDO!!!! ...Enquanto o Estado está "CAMBALEANDO" e indo "MAL DAS PERNAS", deparamos com esse "TIPO DE FARRA" com o meu , o seu, nosso , DINHEIRO PÚBLICO.. Isso é um AFRONTA..Teria que fazer um "OUTDOORS" e colocar nas principais vias e nas praças públicas de todo o ESTADO DE MT.... Os "DISTINTOS" não fica nenhum pouco CONSTRANGIDOS" com esses "ABSURDO"?????? Até QUANDO vamos ver esse tipo de noticia????? Tá em LEI,PORTARIA, ATA, DECRETO e seja o que for ...... Toda LEI é AUTORIZATIVA... e pode ser REVOGADA...... CHEGA!!! de fazer "FARRA" com o ERÁRIO......Porque não colocar esse "RIO DE DINHEIRO" em UTIs, medicamentos básicos, macas, cadeiras de rodas, esparadrapos, soros , ENFIM!!! tudo o que a mídia publica no setor de saúde que anda faltando nos hospitais, UPAS,,,, etc e etc..... em Pronto Socorros e pior aí vai ... Todos sabem ,, que a maioria dessas verbas "VEXATÓRIAS não vão para os destinos certos.... Na realidade... essa "VERBINHA" , já não era pra EXISTIR.. Sua VALIDADE Já VENCEU HÁ MUITO......... FIM DE PAPO>>>>

Responder

1
0
Paula  13.03.19 08h24
Isso é um pilantra, ladrão petista. Para esse tipo de crime é que deveria ter prisão perpétua. Pois esse malandro é responsável por vários homicídios indiretamente. Pois "faltam" verbas públicas para hospitais, asilos e abrigos.

Responder

2
1
Valter  12.03.19 11h13
E esse Deputado barranco ainda quer dar um de moralista. Faço o que falo e não faça o que eu faço. Hipócrita...

Responder

2
1
Thomas Morus  12.03.19 09h06
Parabéns ao site por publicar o uso da polemica "VI". Como bem disse o Eduardo Alvarenga, o Deputado Ulysses Moraes está fazendo a parte dele, compete a nós povo e o jornalismo sério e independente, cobrar um postura de responsabilidade dos outros 23 deputados. É inaceitável, e injustificável o uso de $65.000,00 no primeiro mês de mandato. Desafio e gostaria que a imprensa cobrasse os comprovantes do uso desse dinheiro. (com o que foi gasto?) Pelo que sei, o deputado Ulysses Moraes, utilizou para ressarcir gastos com uma viagem a trabalho para Brasília. E os outros, gastaram com o que?

Responder

10
0
Eduardo Alvarenga  12.03.19 08h34
Isso é uma vergonha, porém a maior falta de vergonha é da sociedade, que, os políticos se pagar uns camarada para bater lata, para a maioria já esta resolvido. Somos muito fáceis de sermos ludibriados. O Ulisses esta tentando barrar isso, porém sem nossa ajuda, ele dificilmente conseguirá fazer algo. Vamos cobrar desses larapios da sociedade, inclusive regular uma proibição deles aumentarem e criarem benefícios para eles próprios. Isso deveria ser indexado ao salário minimo.

Responder

8
0
Matéria(s) relacionada(s):

Enquete

GESTÃO

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora?

Excelente: MT foi destruído por governos anteriores

Bom: Está enfrentando problemss que ninguém quis enfrentar

Ruim: Não faz reformas de verdade e culpa o servidor

Péssimo: Vai conseguir ser pior que Silval e Taques

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER