30.04.2019 | 14h20


SALÁRIO DO SERVIDOR

Mauro: Estado deve começar a pagar folha integral no dia 10 a partir julho

“Já existe uma melhoria [do fluxo de caixa] desde o mês de janeiro, onde nós conseguimos pagar toda folha de dezembro no dia 30 de janeiro", disse o governador


DA REDAÇÃO

O governador Mauro Mendes (DEM) disse que está otimista com as finanças do Governo e que há  possibilidade de passar a pagar, de forma integral, os salários dos servidores a partir de julho. No caso, os trabalhadores voltariam a receber no dia 10 de cada mês.

A projeção é mais positiva do que a feita pelo secretário de Fazenda, Rogério Gallo, que calculava regularizar a situação só em dezembro.

“Já existe uma melhoria [do fluxo de caixa] desde o mês de janeiro, onde nós conseguimos pagar toda folha de dezembro no dia 30 de janeiro", comentou o governador.

Mendes explicou que sua visão mais otimista se deve a informações privilegiadas que fogem da alçada do secretário.

“Ele [Gallo] tem uma visão mais técnica dos números da Sefaz e eu mais estratégica, pois tenho muitas informações e acredito que seja possível [regularizar até julho]”, ressaltou o governador em conversa com a imprensa na segunda-feira (29).

Mendes reforçou que o salário dos servidores é importante, no entanto ponderou que o Estado precisa honrar o pagamento de dívidas com muitos fornecedores e principalmente regularizar os repasses aos hospitais regionais e demais unidades de saúde conveniadas.

“Já existe uma melhoria [do fluxo de caixa] desde o mês de janeiro, onde nós conseguimos pagar toda folha de dezembro no dia 30 de janeiro. Também temos melhorias com as prefeituras, com os hospitais, mas ainda temos muitos que caminhar para comemorar”, frisou.

O governador também comentou a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que manteve o escalonamento dos salários dos servidores aposentados e pensionistas do Estado. Destacou que a medida é temporária e estratégia no sentido de equilibrar as finanças.

“Fizemos o parcelamento na estrita necessidade. Existe uma legalidade tanto que a Corte acolheu a medida como sendo necessária. Nós estamos trabalhando para sair o mais rapidamente possível dessa realidade”, finalizou.

Leia mais               

Governo vai reduzir para 2 parcelas os salários dos servidores; Até fim do ano o pagamento total

 











(2) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

joana  02.05.19 15h55
vai pagar tambem os comissionados da casa civil que não cumprem horario????? acredito que o sonho de consumo de muito desempregado era ter pai ou mãe com contatos pra arrumar um "trabalho" destes

Responder

2
0
Davi  01.05.19 10h09
Seguindo os passos do seu mentor Pedro Taques. Terá uma grande surpresa dos servidores nos grandes municípios.

Responder

5
0
Matéria(s) relacionada(s):

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER