27.03.2019 | 19h57


NA MIRA DO MP

Ex-secretários de Taques são investigados por improbidade administrativa

A abertura de inquérito civil está baseada em denúncia feita pelo ex-deputado estadual Zeca Viana durante o ano passado.


DA REDAÇÃO

O Ministério Público Estadual (MPE) abriu inquérito para investigar eventuais atos de improbidade administrativa e de danos ao erário suspostamente promovidos pelos ex-secretários do Governo Pedro Taques (PSDB), Marcelo Duarte (Infraestrutura) e Paulo Taques (ex Casa Civil).

O procedimento foi instaurado pelo promotor de Justiça Célio Joubert Fúrio, nesta quarta-feira (27), baseado numa representação do ex-deputado estadual Zeca Viana (PDT).

No pedido, Fúrio solicita que a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) e a Casa Civil repassem informações sobre os fatos denunciados por Viana no início do ano passado.

À época, o então deputado – opositor ferrenho ao Governo Taques - relatou ao MPE que Marcelo Duarte e Paulo Taques sonegaram informações à Assembleia Legislativa e, com isso, violaram o dever de transparência ao dificultar a atividade de fiscalização dos parlamentares.

Entre as denúncias, o pedetista também apontou suposto direcionamento da Sinfra em processo licitátório que previa a construção de 300 pontes de concretos no Estado ao custo de R$ 200 milhões. Entretanto, no documento o promotor não deixa claro quais dessas representações baseou a abertura de investigação, porém deixa claro que "que existem nos autos elementos iniciais que justificam a instauração de inquérito civil para apurar fato autorizador da defesa e tutela dos interesses ou direitos a cargo do Ministério Público”.

Leia mais:

Licitação da Sinfra está superfaturada em R$ 58 milhões, aponta TCE

Taques diz que não teme fiscalização do Ministério Público











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

Enquete

R$ 65 MILHÕES

Você é a favor ou contra o corte de Bolsonaro no orçamento da UFMT e IFMT?

Sim, só produzem baderna

Não, vai piorar o nível dos cursos

Sim, a maior parte do gasto é com altos salários de servidores

Não, deveria aumentar os investimentos

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER