06.04.2019 | 15h33


MÁFIA DO ÔNIBUS

Esquema propina ajudou ex-governador comprar fazenda em MT

Propriedade teria sido comprada em 1997 pelo então deputado estadual Jorge Picciani (MDB).


REDAÇÃO

O ex-governador do Rio de Janeiro, Sergio Cabral (MDB) declarou em interrogatório ao juiz federal Marcelo Bretas que existia um esquema de pagamento de propina no Rio que resultou na compra de uma fazenda em Mato Grosso, no ano de 1997. 

A informação foi veiculada em reportagem do site UOL, publicada na sexta-feira (05).

Segundo Cabral, a propriedade foi adquirida pelo então deputado estadual Jorge Picciani (MDB-RJ), sendo que dinheiro utilizado para comprar a fazenda foi fruto de uma propina de R$ 15 milhões repassada pelas empresas de ônibus integrantes da Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Rio de Janeiro (Fetranspor).

Conforme o UOL, o montante foi partilhado entre Cabral e Picciani. O ex-governador abriu uma conta no exterior para "esconder o dinheiro" e Picciani teria usado a sua parte para comprar a fazenda.

"Nessa época houve uma extensão das linhas de ônibus por 15 anos e, como contrapartida, estabelecemos o ICMS de 13% para as linhas. Isso resultou em um dinheiro a mais para mim e Picciani. Ali abri uma conta em Nova York para colocar o dinheiro da propina e Picciani comprou uma fazenda no Mato Grosso", destaca trecho da reportagem do site UOL, sem dar detalhes da localização do propriedade.

Leia a matéria na íntegra

 

 

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

Enquete

R$ 65 MILHÕES

Você é a favor ou contra o corte de Bolsonaro no orçamento da UFMT e IFMT?

Sim, só produzem baderna

Não, vai piorar o nível dos cursos

Sim, a maior parte do gasto é com altos salários de servidores

Não, deveria aumentar os investimentos

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER