07.06.2019 | 07h00


"NÃO FUJO DA RAIA"

Emanuel afirma estar com vontade de disputar a Prefeitura novamente

No entanto, prefeito declarou que posicionamento oficial apenas no ano que vem, quando ocorrem as eleições.


DA REDAÇÃO

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) revelou sentir vontade em concorrer à reeleição no pleito do próximo ano. A declaração foi feita a jornalistas que acompanhavam o lançamento do "Casamento Social Cuiabá 300 anos", realizado na tarde de quinta-feira (06), no auditório da Prefeitura de Cuiabá.

Sem querer falar muito sobre o assunto, Emanuel declarou que apesar do posicionamento de sua esposa, Marcia Pinheiro, ser contrário à disputa, para permanecer no comando do Palácio Alencastro por mais quatro anos, ele tem sentido que pode participar da campanha eleitoral.

"Não fujo da raia, sou apaixonado pela terra que nasci", disse Emanuel.

“Não fujo da raia, sou apaixonado pela terra que nasci. Tenho compromisso com a população e quatro anos de mandato, de entrega, realizações e obras que melhoram a vida das pessoas e a cidade. Agora, 2020 vamos deixar para 2020, mas, apesar de ter uma posição pública da primeira-dama, não vou negar que está me dando muita vontade de ser candidato novamente”, respondeu o emedebista.

A desistência de Emanuel de disputar a campanha eleitoral passou a ser cogitada depois que Marcia Pinheiro afirmou, durante entrevista coletiva, que o marido poderia não ser candidato à reeleição. A fala ocorreu em março passado, após uma crise interna no MDB regada a duros embates entre o prefeito e o suplente de deputado Valtenir Pereira, que sonha ser prefeito da Capital.

"Realmente, eu não gostaria, mas é uma decisão dele. O político é o Emanuel. O Poder Executivo é bastante pesado; é difícil, são muitas demandas, sua vida privada é bastante invadida. Já são 30 anos de vida pública e a gente vai cansando”, avaliou a primeira-dama.

Porém, o prefeito já havia adiantado que partidos, inclusive alguns que não participaram do arco de alianças em 2016, têm interesse em ajudá-lo no pleito.

Quando foi reeleito, Emanuel teve o apoio de siglas como o PTB, PR, PMB, PROS, SD, PSC, PTC, PT do B, PPL, PP e PRP.

 











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Wilson de Arruda Pinto   10.06.19 01h22
Como pode! O ladrão vc foi pego recebendo propinas. Não quer largar o osso né cachorro parasita. Sempre mamou nas tetas do governo. Dá chance pra outro ladrão, corrupto.

Responder

0
0
Matéria(s) relacionada(s):

Enquete

R$ 65 MILHÕES

Você é a favor ou contra o corte de Bolsonaro no orçamento da UFMT e IFMT?

Sim, só produzem baderna

Não, vai piorar o nível dos cursos

Sim, a maior parte do gasto é com altos salários de servidores

Não, deveria aumentar os investimentos

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER