01.02.2017 | 09h48


ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

Eduardo Botelho assume a presidência após dois anos de mandato

O deputado Guilherme Maluf deixa a presidência e passa a ser o 1º secretário do Legislativo. Gilmar Fabris é o vice-presidente



O deputado em primeiro mandato, Eduardo Botelho (PSB), assumiu, na manhã desta quarta-feira (1º), a presidência da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa. Ele teve 21 dos 24 votos do Parlamento.

A solenidade, realizada no Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros, oficializou a formação da nova direção da Casa, na qual o ex-presidente Guilherme Maluf (PSDB) passa a ser o 1° secretário e ordenador de despesas do Legislativo.

A chapa “União e Trabalho”, eleita em setembro de 2016, também traz os deputados Gilmar Fabris (PSD), como vice-presidente, e Max Russi (PSB) no posto de 2º vice-presidente.

Ondanir Bortoloni, o Nininho (PSD), deixa a 1ª secretaria e assume a 2ª secretaria; o deputado Baiano Filho (PSDB) fica na 3ª secretaria e Silvano Amaral (PMDB), na 4ª secretaria.

Na quinta-feira (2), os parlamentares dão início aos trabalhos do Legislativo mato-grossense, em sessão solene.

Entre as matérias de maior repercussão que devem entrar em pauta, já nas primeiras votações da Assembleia, está a aprovação de contas do governador Pedro Taques (PSDB), referentes ao exercício 2015, deve voltar ao plenário após a devolução da deputada Janaína Riva (PMDB), que deve ocorrer na primeira sessão ordinária.

A parlamentar pediu vista na sessão realizada no dia 11 de janeiro para realizar uma análise na matéria.

Outro assunto de grande relevância é a Reforma Tributária, que já tramita no Parlamento e deve gerar novos debates antes de ser apreciada pelos deputados.

Há expectativa também pelo envio do projeto de lei complementar que limita os gastos públicos, além da Reforma Administrativa.

O Poder Executivo, a quem compete a iniciativa dessas matérias, ainda não encaminhou as mensagens ao Parlamento.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER