11.01.2019 | 09h00


TAXAÇÃO DE 200%

Ampa chama Mauro de autoritário e quer barrar projeto de imposto na Assembleia

A entidade que representa os produtores de algodão de Mato Grosso fez duras críticas à postura do atual governo, dentre elas, a falta de diálogo com representantes dos setor.


DA REDAÇÃO

A polêmica sobre o projeto de lei que altera o Fundo de Transporte e Habitação (Fethab) conta com mais um episódio. Agora é a vez da Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa) criticar a decisão do governador Mauro Mendes (DEM) de entregar à Assembleia Legislativa o projeto que reedita o Fethab sem discutir com o setor o impacto financeiro da decisão.

Em nota, a Ampa afirma que Mauro se recusou a discutir sobre a proposta de alteração do fundo e que a ‘única reunião promovida com o Fórum Agro MT, nesta semana, teve objetivo de apenas comunicar o envio dos projetos à Assembleia Legislativa, sem nenhuma possibilidade de abertura de diálogo.’

“Os componentes do Fórum Agro MT pediram um prazo para analisar a proposta, o que foi ignorado pelo governador, que já protocolou o documento, empurrando a discussão para a Assembleia Legislativa, sem ao menos ouvir o setor”, destaca a nota, assinada pelo presidente da Ampa, Alexandre Schenkel.

Como não foi ouvida pelo Estado, a entidade decidiu procurar todos os deputados estaduais para apresentar e mostrar a realidade dos números do setor produtivo.

Aumento de 200%

A nota chama a atenção para a proposta do Governo que aumenta 10,23% da UPF para 200% do valor da UPF sobre a tonelada do algodão transportado, ameaçando assim a viabilidade da cadeia do algodão em Mato Grosso.

“Ao invés de aumentar receita para o Estado, a proposta pode representar efeito contrário, uma vez que existe grande possibilidade de queda na produção, devido à atividade passar a não ser mais atrativa”, destaca a nota assinada por Schenkel.

Leia mais:

Reformas devem gerar economia de R$ 1,65 bilhão este ano, diz governo

Governo vai fechar seis empresas públicas para economizar até R$ 180 milhões 

Mauro entrega 'pacotão' de medidas e pede ajuda a deputados para evitar caos financeiro











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

Enquete

GESTÃO

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora?

Excelente: MT foi destruído por governos anteriores

Bom: Está enfrentando problemss que ninguém quis enfrentar

Ruim: Não faz reformas de verdade e culpa o servidor

Péssimo: Vai conseguir ser pior que Silval e Taques

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER