09.02.2019 | 07h55


LICIO ANTONIO MALHEIROS

90 anos, de luta, dedicação e amor ao próximo

Como sou temente a Deus, aceitei com resignação a chamada da minha mãezinha para um plano espiritual de luz.

A nossa vida, é marcada por momentos e situações inusitadas, nascemos no ventre de uma mãe, e a amamos intensamente. Até que,  sua partida para outro plano espiritual  aconteça, com aconteceu com a minha querida mãe, Ana Maria Pereira Malheiros, que a perdemos, de forma prematura; ficando em nós filhos, um enorme vazio, saudade inexorável, uma dor insuportável  no peito.

Como sou temente a Deus, aceitei com resignação a chamada da minha mãezinha para um plano espiritual de luz.

Como nossa família é muito unida,  sempre fui apegado a minha tia Rosalina Pereira Leite, irmã da minha mãe; que mesmo em vida, eu já a considerava como segunda mãe.

Com o passamento da minha mãe, me apeguei ainda mais a ela, e sempre a admirei como ser humano protetor e acolhedor de todos os sobrinhos, com o mesmo amor e carinho, como a mim dispensado.

Na última terça-feira dia (5), ela completou 90 anos; mesmo não tendo conhecido a maternidade, sempre acolheu a sua volta, pessoas,  uma delas  especial  em sua vida.

Reporto-me, a sua sobrinha filha, Cleide Bastos Leite, que a criara desde bebê, como se fosse filha biológica, dedicando a ela, amor incondicional.

Dona Rosa como popularmente é conhecida, traz em sua trajetória de vida um legado, de luta, amor ao próximo e dedicação inconteste a todos os sobrinhos, enfim, sempre foi uma pessoa maravilhosa, amada por todos.

Esta mulher guerreira e batalhadora, nunca em sua trajetória de vida, mediu esforços, para acolher e tratar bem a todos principalmente aos sobrinhos, irmãos, amigos, enfim sempre foi uma pessoa do bem, que veio ao mundo com um firme proposito, o de servir.

Ao completar 90 anos, nada mais justo, em externar a ela, estas simples palavras, como forma de homenageá-la; isto é o mínimo, que poderíamos fazer em agradecimento a tudo de bom que ela nos fez durante esses anos.

Homenagear alguém dessa magnitude é fácil, pois a mesma em sua trajetória de vida, só semeou coisas boas: amor, carinho, dedicação ao próximo, sem olhar a quem; devemos muito a ela, e só Deus em sua infinita bondade, poderá pagá-la.

No sábado dia (9), estaremos reunidos em um evento simples, para ai sim, homenageá-la, realizando talvez, um de seus maiores sonhos, o de estar, ao lado de parente que há anos não os vê; tanto, os de Cuiabá, Várzea-Grande, Poconé e Mirassol D’Oeste.

Fechando assim, com chave de ouro, este evento sublime alcançado por ela, que é chegar aos 90 anos, trazendo consigo uma legião de parentes, amigos e admiradores; por tudo aquilo que ela semeou durante esse período, longínquo e promissor de vida.

Parabéns, Rosalina Pereira Leite, a senhora é merecedora dessa honraria em vida.

Professor Licio Antonio Malheiros é geógrafo (liciomalheiros@yahoo.com.br)   

Os artigos assinados são de responsabilidade do autor, não apresentando, portanto, a opinião do site ReporterMT.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.


Confira também nesta seção:
16.02.19 14h39 »  Imprensa tendenciosa
16.02.19 07h55 »  Não adianta espernear
16.02.19 07h55 »  O jornalismo e o amor
16.02.19 07h55 »  Oposição desnecessária
16.02.19 07h55 »  Não basta apenas ter talento
15.02.19 10h49 »  ​Colaboração premiada e compartilhamento de provas: limites e vinculações
15.02.19 07h55 »  O novo já nasce velho
15.02.19 07h55 »  O ninho do urubu
15.02.19 07h55 »  O perdão
15.02.19 07h55 »  Indicação ao TCE

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER