16.05.2019 | 16h41


VEJA O VÍDEO

Homem agride e enforca a ex dentro de Delegacia de Defesa da Mulher

Segundo a Polícia Civil de Andradina (SP), agressor seguiu a vítima até o local. Mulher morava há três meses com o jovem, mas decidiu terminar com ele porque estava sendo ameaçada de morte.



Câmeras de segurança da Delegacia de Defesa da Mulher de Andradina (SP) registraram o momento em que um jovem de 21 anos agrediu a ex-companheira, de 40 anos. A agressão foi registrada nesta terça-feira (14). O suspeito foi preso em flagrante. 

Nas imagens é possível ver a mulher e o suspeito entrando no local. Ele deixa a bicicleta encostada no portão e segue a vítima, que entra e se senta.

O suspeito fica ao lado e começa a puxar o cabelo e enforcar a mulher. Logo depois, ele levanta, segura no braço dela e puxa com força. Enquanto os dois discutem em pé, o suspeito levanta o braço para dar um tapa no rosto dela, mas desiste.

Uma policial e a delegada, que escutaram a confusão, aparecem na imagem e retiram a vítima do local. O suspeito tenta fugir, mas é empurrado em cima de um sofá e acaba sendo imobilizado e preso.

Segundo a Polícia Civil, a vítima morava há três meses com o jovem, mas nas últimas semanas vinha sofrendo agressões, ofensas e até ameaças de morte, quando resolveu terminar o relacionamento.

Na terça-feira, enquanto ela andava pelo Centro da cidade, o homem começou a persegui-la, quando a vítima percebeu e entrou na delegacia.

A mulher sofreu ferimentos leves, pediu medida protetiva contra o autor e passará por exame de corpo de delito. O suspeito permanece à disposição da Justiça.

Veja o vídeo aqui











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Enquete

R$ 65 MILHÕES

Você é a favor ou contra o corte de Bolsonaro no orçamento da UFMT e IFMT?

Sim, só produzem baderna

Não, vai piorar o nível dos cursos

Sim, a maior parte do gasto é com altos salários de servidores

Não, deveria aumentar os investimentos

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER