13.04.2018 | 13h31


VEJA O VÍDEO

Universitários flagram larvas em bebedouro da Unic

A situação foi filmada por uma estudante da instituição, que ficou indignada ao perceber o desleixo da universidade.


DA REDAÇÃO

Um vídeo enviado com exclusividade para o mostra dezenas de larvas em um dos bebedouros na Universidade de Cuiabá (Unic), localizada na Avenida Beira Rio. A situação foi flagrada por uma estudante do curso de Publicidade e Propaganda na noite de quinta-feira (12).

Ela relata que outros alunos também verificaram a situação e ficam indignados e com muito nojo da água.

“Fui prender o cabelo para beber água e percebi essas coisas se mexendo no bebedouro. Chamei outro aluno e ele ficou horrorizado. Os bichos estavam saindo de dentro do bebedouro e caindo naquele local”, explicou a universitária ao .

A imagem foi feita por volta de 19h de quinta-feira (12), no Bloco A da instituição de ensino. Conforme a estudante era um dia de prova e ver as larvas naquele local atrapalhou completamente a sua concentração.

“Isso é um absurdo. Uma instituição de ensino tão conhecida, que cobra um valor exorbitante na mensalidade dos seus cursos, não ter o mínimo de zelo com seus alunos e clientes, oferecendo uma água de esgoto em seus bebedouros”, conta a aluna, revoltada.

Veja o vídeo

Outro lado

A Universidade de Cuiabá (Unic) informou, via nota, "que realiza, diariamente, a higienização dos bebedouros de suas unidades, contando também com uma manutenção preventiva, que envolve a troca de filtros e torneiras".

A Unic afirmou que tomou conheciemntos do vídeo e está a disposição dos alunos para esclarecimentos. "A instituição iniciou apuração sobre o ocorrido na unidade Beira Rio assim que tomou conhecimento do vídeo, e se mantém à disposição da comunidade acadêmica para mais esclarecimentos".

 











(4) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Telma Cristine Alves de Alencar Mendes  14.04.18 07h54
Uai onde está a novidade??? Isso ocorre a muito tempo, minhas amigas e eu filmamos certa vez uma espécie de lesma sei la o que era, no bebedouro do bloco B térreo, muitos alunos não bebem mais água da instituição por nojo, tendo que comprar mineral, que sejamos francos é um absurdo o preço como tudo que ha nos quiosques la dentro, para se ter uma idéia uma coca de 2 litros mais de 10,00, já não basta o preço exorbitante da mensalidade comer la é para quem tem dinheiro sobrando ou tira de onde não tem para tal, o que salva muitos estudantes da fome são os ambulantes que ficam em frente a Universidade, os mesmos que a prefeitura insiste em retirar, mas fecham os olhos com relação a facada que é comer dentro da instituição, enfim...Com relação ao meu curso não tenho do que reclamar, ótimos professores que nos preparam para o mercado de trabalho, porém tem muito que melhorar com relação a estrutura, cansei de ir no banheiro e não sair água das torneiras, teto com buracos enormes, elevador de PCD sempre em manutenção, ar condicionados em muitas salas não funcionam como deveria, e os preços das mensalidades continuam subindo.

Responder

21
0
Thais  13.04.18 15h51
Thais, seu comentário foi vetado por conter expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas

olheiro  13.04.18 14h10
KKKKKKKKKKKK. o que esperar dessa faculdade ai?

Responder

12
1
Luiza Padilha  13.04.18 14h06
Nossa, que nooooooooooojoooooooooooo.

Responder

8
1

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER