24.04.2019 | 15h40


VÁRZEA GRANDE

Servidores invadem gabinete de prefeita para cobrar aumento de salário

De acordo com a Prefeitura, os manifestantes reivindicam contra a falta de reposição salarial, mesmo após um reajuste de 20% concedido no ano passado.


DA REDAÇÃO

Dezenas de servidores da Educação e da Saúde de Várzea Grande invadiram o gabinete da prefeita Lucimar Campos (DEM), na manhã desta quarta-feira (24), para protestar contra a falta de reposição salarial.

Fotos e vídeos mostram que os manifestantes se sentaram no chão para exigir um posicionamento da prefeita sobre o caso.

A Guarda Municipal e Força Tática foram acionadas para controlar a situação. De acordo com o secretário de Comunicação do município, Marcos Lemos, o movimento foi pacífico.

Ele explicou que os servidores protestam contra a falta de melhoria nos salários há vários anos, o que compromete o cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) no gasto com pessoal e impossibilita qualquer tipo de incremento nos salários. O gasto aumentaria em R$ 6 milhões e elevaria o valor total da folha para R$ 33 milhões mensais.

O secretário destacou ainda que, no ano passado, a prefeita Lucimar Campos já concedeu reajuste de 20% aos servidores municipais, por isso existem recomendações do Tribunal de Contas do Estado (TCE) referente ao custeio. Neste caso, um novo incremento tira a capacidade financeira do município de pagar, por exemplo, a Revisão Geral Anual (RGA).

No próximo dia 3 de maio, os servidores devem voltar à Prefeitura, desta vez, para se reunirem com representantes do Executivo municipal, com o objetivo de fechar um acordo.

Leia mais:

‘Grampola’ é nomeado na Secretaria de Viação de Obras de Várzea Grande

Atendimento no Pronto-Socorro de VG aumentou 40% após fechamento da Santa Casa

Galeria de Fotos:
Credito:
Credito:










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER