15.03.2019 | 09h16


HOSPITAL UNIVERSITÁRIO

Servidores ameaçam greve por discordar de maior tempo de serviço

Trabalhadores discordam de aumento na jornada de trabalho de 30 para 40 horas semanais.



Os servidores do Hospital Universitário Júlio Muller ameaçam entrar em greve a partir da próxima semana devido a revogação da jornada flexibilizada de trabalho na unidade de saúde, que era de 30 horas semanais.

“A jornada flexibilizada foi a forma encontrada para garantir que o hospital atenda a população de forma ininterrupta. Quando um trabalhador termina seu expediente, imediatamente outro assume. Assim as escalas são montadas, para que os pacientes sejam sempre atendidos, tanto a noite como nos finais de semana”, destacou o representante da categoria, Fabio Ramirez.

Ramirez explicou que se a jornada for de 40 horas semanais, como a direção quer já a partir do mês de abril, os trabalhadores terão que fazer oito horas diárias, com duas horas de intervalo, com muito mais problemas para montar escalas no período noturno e finais de semana o que irá complicar o funcionamento do hospital.

“Imagina um paciente que necessite de atendimento durante o intervalo de almoço por exemplo. Não há funcionários suficientes. Essa decisão certamente vai aumentar o número de pessoas mortas no HUJM. A culpa não será dos trabalhadores, mas desta decisão unilateral, inconsequente, e que deve ser revertida com máxima urgência em prol da sociedade. Imaginem a situação dos trabalhadores em terem que explicar para os familiares que o paciente veio a óbito porque estava almoçando no momento em que ele necessitou de atendimento? Isso é um absurdo”, criticou.

A decisão sobre a paralisação ocorre em assembleia geral na segunda-feira (18).

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Enquete

R$ 65 MILHÕES

Você é a favor ou contra o corte de Bolsonaro no orçamento da UFMT e IFMT?

Sim, só produzem baderna

Não, vai piorar o nível dos cursos

Sim, a maior parte do gasto é com altos salários de servidores

Não, deveria aumentar os investimentos

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER