26.06.2019 | 18h00


EM DEFESA DELAS

Seminário discutirá desafios das mulheres negras e em situação de rua

O evento contará com a participação de juízes, parlamentares, promotores, representantes da área de segurança pública, defensores públicos de todo o país.



O seminário promovido pela Associação Mato-grossense das Defensoras e Defensores Públicos (Amdep), debaterá temas que fortalecem ações em defesa dos direitos das mulheres. O evento contará com quatro palestras: Diretos Humanos das Mulheres, Ações Afirmativas em Mato Grosso na Defesa da Mulher, Desafios das Mulheres Negras e Mulheres em Situação de Rua. Todos esses assuntos serão debatidos em mesas de mediações.

O debate contará com a participação de juízes, parlamentares, promotores, representantes da área de segurança pública, defensores públicos de Mato Grosso, e de outros estados, além de representantes de comissões e associações que atuam em defesa dos direitos das mulheres.

“A ideia é gerar um debate amplo, como o feminismo possui várias vertentes, o fomento desse tipo de discussão de diversos segmentos, só contribui para rede de ações dos direitos das mulheres”, destacou a defensora pública, Rosana Leite, vice-presidente da Amdep e coordenadora do núcleo de defesa da mulher de Cuiabá (Nudem). A defensora lembra que Nudem atendeu 3.864 mulheres vitimas de violência em 2018.

O seminário será realizado dia 27 de junho (quinta-feira), às 8h, no auditório da Defensoria Pública, no Centro Político Administrativo, e faz parte da campanha “Em Defesa Delas”, promovida em Mato Grosso pela Amdep. A inscrição para participar do evento pode ser feita pelo endereço eletrônico: www.even3.com.br/emdefesadelas, ou presencialmente no dia do evento, as vagas são limitadas. Na conclusão do seminário será emitido certificado de 8h.

Durante o evento será realizada exposição de produtos das Mulheres da Economia Solidária e uma Oficina de Turbante, pela valorização das mulheres negras. Ainda serão arrecadados produtos de higiene pessoal para mulheres em situação de prisão no presídio Ana Maria do Couto May.

O resultado das discussões será encaminhado ao Governo do Estado e Ministério da Justiça. “Discussões com temas importantes como esses, sempre resultam em sugestões, ideias positivas, que podem ser executadas pelos órgãos competentes. A Amdep abraçou a causa, com propósito de fomentar discussões sobre os direitos das mulheres em Mato Grosso”, comentou o defensor público, João Paulo Carvalho Dias, presidente da Associação Mato-grossense das Defensoras e Defensores Públicos.

Veja programação:

whatsapp_image_2019-06-25_at_14.47.49.jpeg 










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER