15.04.2018 | 11h55


FATALIDADE

Sargento morre após churrasqueira explodir durante confraternização

Andrei Surubi Ferreira, que sofreu queimaduras por todo o corpo, estava internado há 15 dias no Hospital de Queimado, no Rio de Janeiro.


DA REDAÇÃO

Morreu na sexta-feira (13), no Rio de Janeiro, o sargento do Exército Andrei Surubi Ferreira – do 2º Batalhão de Fronteira em Mato Grosso – ferido após a explosão de uma churrasqueira Gengiskan no fim de março passado.

Andrei, que sofreu queimaduras por todo o corpo, estava internado há 15 dias no Hospital de Queimados da Força Aérea Brasileira e morreu por complicações respiratórias.

De acordo com o Exército, o acidente ocorreu durante uma confraternização de militares no 4º Pelotão Especial de Fronteira, município de Comodoro, após um recipiente com álcool, localizado a cerca de cinco metros da churrasqueira, ter provocado a explosão.

Além de Andrei Surubi, o sargento Ronaldo Silva também ficou ferido, porém, com menos gravidade. Ambos foram hospitalizados e, posteriormente, encaminhados a Cuiabá. No entanto, Silva recebeu alta e está em casa e enquanto Andrei seguiu para Rio.

Em nota, o 2º Batalhão de Fronteiras lamentou a morte do sargento.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER