06.02.2019 | 18h50


TURISMO "RADICAL"

Rodovia que leva ao Lago de Manso é uma vergonha; Buracos tomam conta

Além das crateras no asfalto, não há acostamento na maior parte da estrada, o que aumenta as chances de acidentes.


DA REDAÇÃO

Pelo menos 30 dos 80 quilômetros da estrada de Manso (MT-351) está com asfalto cheio de crateras, causando prejuízo aos motoristas e, principalmente, para aqueles que pretendem curtir belezas naturais e as atrações turísticas da região, como o próprio Lago de Manso.

O trajeto entre Cuiabá e o lago do Manso, a partir do trevo da MT-251 (Estrada de Chapada dos Guimarães), já garante um belo passeio por causa da paisagem exuberante do cerrado mato-grossense. Mas a contemplação é prejudicada, pois, o motorista precisa fazer um verdadeiro malabarismo para desviar dos buracos de diferentes tamanhos que se formaram na rodovia, devido à falta de manutenção do Governo do Estado.

A equipe do percorreu o trecho e sentiu na pele as dificuldades vividas por muitos motoristas.

Além dos buracos, toda a extensão da rodovia é de pista simples e não há acostamento na maior parte da estrada, o que aumenta o risco de acidentes. Na época de chuva – de janeiro a março – o risco de batida aumenta ainda mais, pois os motoristas precisam redobrar a atenção com os buracos e a pista escorregadia.

Saindo de Cuiabá, a equipe do demorou quase duas horas para chegar à região turística do Lago do Manso. Em condições normais, com um asfalto de qualidade, a duração desse percurso seria de aproximadamente 40 minutos.

A reportagem apurou que a estrada foi pavimentada logo após a construção da usina de Manso, que ocorreu em 2000. Depois disso, a rodovia nunca passou por uma grande reforma nesse trecho ao longo de quase 20 anos.

Por outro lado, a estrada recebeu asfalto novo num percurso de 44 km até o Distrito de Bom Jardim, que pertence ao município de Nobres. Isso ocorreu em 2012, durante a gestão do governador Silval Barbosa (2010-2014). Na época, a obra custou R$ 25,9 milhões ao Governo. Entretanto, a pavimentação também é alvo de investigação do Ministério Público Estadual (MPE), que apura um desvio de R$ 4 milhões no processo licitatório (leia mais sobre o assunto no link que está no final da matéria).

Outro lado 

De acordo com a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), estão previstos reparos em toda extensão da rodovia. No entanto, o cronograma de início das obras teve que ser revisto por causa do decreto de calamidade financeira.

Leia a nota na íntegra:

Sobre a situação da rodovia MT-351, que dá acesso ao Lago de Manso, no trecho de entroncamento com a MT-251 (Rodovia Emanuel Pinheiro), a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) informa: 

A MT-351, rodovia que dá acesso ao Lago de Manso, na região de Chapada dos Guimarães, a 65 km de Cuiabá, passará por serviços de restauração, como melhoria do asfalto deteriorado.

A empresa que executará os trabalhos, em um trecho de cerca de 90 km, está mobilizando os equipamentos para dar início aos reparos nos próximos dias.

Segundo a equipe técnica da Sinfra, o serviço de restauração deve ocorrer de forma regular em rodovias, devido ao tráfego e o período chuvoso.

A manutenção de rodovias é uma das prioridades da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) para o ano de 2019. Porém, o decreto de calamidade financeira, instituído pelo Governo do Estado na segunda semana de janeiro, levou os técnicos da pasta a montarem um cronograma para atender, inicialmente, regiões com serviços emergenciais. 

Leia mais

MP investiga rombo de R$ 4 milhões em obra na estrada do Manso

 

 

Galeria de Fotos:
Credito:
Credito:
Credito:
Credito:
Credito:
Credito:
Credito:
Credito:
Credito:
Credito:










(3) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Rara  08.02.19 23h00
Ninguém trabalha de graça, a empresa que faz a conserva está sem receber, funcionários sem receber, quem trabalha de graça?

Responder

0
0
Roberto  08.02.19 08h58
Essa estrada está perfeita, ruim mesmo, pra não dizer péssima, está a estrada que liga Barra do Bugres a Tangará da Serra, tem lugares que a velocidade é de 5km/h em zigue-zague. Fica a sugestão de pauta para o site. Uma vergonha essa estrada

Responder

1
0
mansorere  07.02.19 08h46
Apesar de ser considerado a nossa "mansorerê" fazendo menção Jurerê internacional(floripa) devido ser frequentado por pessoal afortunadas e outras nem tanto, com seus empreendimentos de alto padrão, o caminho está horrível! absurdo isso... o governo deixar chegar nesse ponto, cenas comuns é ver veiculos trocando pneus, acidentes, até quando ? a grande desculpa são as chuvas, pq nao se adiantar e realizar a prevenção, sabemos que todo ano CHOVE!.

Responder

2
0
Matéria(s) relacionada(s):

Enquete

GESTÃO

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora?

Excelente: MT foi destruído por governos anteriores

Bom: Está enfrentando problemss que ninguém quis enfrentar

Ruim: Não faz reformas de verdade e culpa o servidor

Péssimo: Vai conseguir ser pior que Silval e Taques

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER