20.04.2017 | 09h10


OPERAÇÃO FERIADÃO

PRF inicia Operação Tiradentes e reforça fiscalização nas estradas

Ação tem foco em excesso de velocidade, alcoolemia ao volante, uso inadequado do cinto de segurança e de dispositivos de retenção para crianças e às ultrapassagens indevidas.



A Polícia Rodoviária Federal (PRF) inicia nesta quinta-feira (20), o reforço nas estradas para o feriado de Tiradentes, que conta com policiamento ostensivo e preventivo nas rodovias federais de todo o Brasil. A operação termina às 23h59 do próximo domingo (23).

Neste período, policiais rodoviários federais concentrarão a fiscalização em locais e horários de maior incidência de acidentes e crimes, de acordo com estatísticas do órgão.

Entre a quinta-feira (20), que antecede o feriado, e o domingo há um aumento relevante do fluxo de veículos nas rodovias federais, incluindo ônibus e veículos de carga, fator que contribui para o aumento da violência no trânsito, provocando crescimento no número de acidentes graves, feridos e mortos.

Para reduzir o número de acidentes, a Polícia Rodoviária Federal contará com 2.047 viaturas, 928 motocicletas, 2.714 aparelhos de etilômetro – também conhecido como bafômetro e 203 radares portáteis. A operação envolverá o efetivo da PRF em atividades operacionais e administrativas em todos os estados. A instituição conta com um quadro de 10.056 policiais em atividade.

Durante a operação serão priorizadas ações preventivas para a redução da violência nas rodovias federais, onde serão desenvolvidas atividades direcionadas ao excesso de velocidade, à alcoolemia ao volante, ao uso inadequado do cinto de segurança e de dispositivos de retenção para crianças e às ultrapassagens indevidas.

A PRF também fará fiscalizações de motocicletas, com foco nas infrações que potencializam a ocorrência de acidentes e sua gravidade como uso e regularidade do capacete, equipamentos obrigatórios, sistema de iluminação e habilitação.

No feriado da Semana Santa, entre os dias 13 e 16 deste mês, policiais rodoviários federais flagraram um grande número de motoristas conduzindo em velocidade acima da permitida nas vias. O órgão contabilizou 60 mil flagrantes de excesso de velocidade. Outros 5,8 mil motoristas foram autuados por ultrapassar em locais proibidos. A PRF alerta para esta conduta, pois acidentes envolvendo excesso de velocidade e ultrapassagem indevida possuem altos índices de letalidade.

Os planejamentos para as ações da PRF fazem parte da Década de Ação pela Segurança no Trânsito 2011 – 2020, lançada pela Organização das Nações Unidas (ONU) e que o Brasil se comprometeu a adotar medidas para reduzir a violência no trânsito. O Brasil, assim como os demais países signatários das medidas da ONU, estipulou uma meta de redução de 50% das mortes no trânsito na década 2011-2020.

Educação para o trânsito 

Com foco na redução de acidentes, a PRF promoverá ações educativas que buscam sensibilizar motoristas e passageiros de seus papéis na construção de um trânsito mais seguro. Em alguns postos, condutores serão convidados a assistir a vídeos que mostram comportamentos inadequados no trânsito e as consequências dessas condutas. Os motoristas têm a oportunidade de fazer uma reflexão sobre suas atitudes e assimilar novos hábitos. Com essa estratégia a PRF, somente durante o último feriado de Páscoa, conseguiu o projeto de educação para o trânsito para mais de 42 mil usuários de rodovias federais.

O planejamento é fundamental para uma viagem mais segura e tranquila. A PRF alerta que esse planejamento deve levar em consideração a duração da viagem, a hora prevista de chegada ao destino e pontos de parada para alimentação, descanso e abastecimento. A falta de planejamento pode resultar no excesso de velocidade, quando o condutor quer chegar ao destino mais rápido, consequentemente, aumenta os riscos de acidentes.

Retorno

Aproximadamente 40% das mortes registradas no feriado da Semana Santa ocorreram no último dia da operação, quando as pessoas retornam para seus locais de origem. Com isso a PRF tem o último dia deste feriado como o mais crítico e orienta para que os usuários não deixem para viajar de última hora, dirijam descansados e, se possível, evitem os horários de maior fluxo.  











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER