25.04.2019 | 17h20


TRÂNSITO CUIABANO

Prefeitura implanta faixa 'direita livre' na Av. Barão de Melgaço para fluidez

Alteração facilita acesso à Avenida Agrícola Paes de Barros. Também houve mudança nos tempos dos semáforos.



A Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) da Capital, criou uma faixa de “direita livre”, na Avenida Barão de Melgaço, para acesso à Avenida Agrícola Paes de Barros. A mudança passou a valer na última quinta-feira (18).

A Secretaria Municipal alega que a medida foi implantada prevendo melhorias após uma série de estudos realizados pelos técnicos da pasta.

De acordo com o titular da pasta, Antenor Figueiredo, a alteração envolve também mudança nos tempos do semáforo e trará agilidade ao tráfego na região, especialmente nos horários de pico. Para isso foi necessária ainda a proibição da conversão de veículos à esquerda.

Agora os motoristas que seguem pela Barão de Melgaço, sentido Miguel Sutil - Córrego 8 de Abril e desejam acessar a Agrícola Paes de Barros, deverão permanecer na via até a rotatória da Avenida 8 de Abril, onde retornarão à Barão, acessando assim a faixa “direita livre.”

É importante destacar que a localidade já está sinalizada e que, na conversão a prioridade é do pedestre.

A coordenadora de Engenharia da Semob, Adrielle Martins, diz que medidas semelhantes apresentam bons resultados em outros pontos da cidade, como na Avenida Fernando Correa, na marginal do viaduto da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Ali foi criado acesso exclusivo à direita para a Avenida Tancredo Neves.

Diante disso, a Secretaria estuda a implantação em outras regiões.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Enquete

R$ 65 MILHÕES

Você é a favor ou contra o corte de Bolsonaro no orçamento da UFMT e IFMT?

Sim, só produzem baderna

Não, vai piorar o nível dos cursos

Sim, a maior parte do gasto é com altos salários de servidores

Não, deveria aumentar os investimentos

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER