09.01.2019 | 11h30


LEGADO DE TAQUES

Operários 'somem' e duplicação da Estrada da Guia não anda

As obras de duplicação da rodovia e das pontes que deveriam ficar prontas em dezembro estão praticamente paradas. Sinfra se cala.



As obras de duplicação da MT-010, que liga Cuiabá ao Distrito da Guia, que deveriam ser entregues no dia 31 de dezembro de 2018, seguem ritmo lento e estão longe do fim.

Só para se ter ideia, na primeira semana do ano, o  esteve no local e, pasmem, encontrou apenas dez operários e duas máquinas trabalhando no local. A construção é considerada de grande porte e vai custar aos cofres públicos de Mato Grosso R$ 20 milhões.

Enquanto o serviço não anda, quem chega a Cuiabá pelo Distrito da Guia ou mora na região se perde em meio ao emaranhado de buracos, ruas de chão e desvios completamente intransitáveis e mal sinalizados.

Procurada pela reportagem, a Secretaria de Estado de Infraestrutura, Logística e Obras Públicas parece não querer falar sobre o assunto ao não dar a mínima aos pedidos de informações sobre o que ocasionou a redução no ritmo de trabalho.

É bom lembrar, que antes de entregar o comando do Palácio Paiaguás ao sucessor Mauro Mendes (DEM), o governador Pedro Taques (PSDB) inaugurou às pressas a trincheira entre a MT-010 e MT-251 (Rodovia Emanuel Pinheiro), saída para o município de Chapada dos Guimarães e Distrito da Guia.

No entroncamento da 010, também está sendo construídas duas pontes, a estrutura que liga de um lado para outro está pronta, no entanto, não pode ser utilizada porque o encabeçamento da ponte ainda não foi feito pela empreiteira que toca a construção.

Na ocasião, o então Taques disse que essa parte da obra não ficou pronta a tempo, por isso a duplicação e pontes não foram inauguradas.

A obra contará ainda com duas pistas com três faixas de rolamento de 3,50 metros cada e calçadas de 5,00 metros. Canteiro central com 9,0 metros tendo em seu eixo uma ciclovia de 3,00 metros protegidos por dois canteiros.

Em nota, o Governo do Estado admite o ritmo mais lento da obra e diz que se deve ao período chuvoso. 

Confira à íntegra;

Quanto ao andamento das obras de duplicação de 4,9 quilômetros da rodovia Arquiteto Helder Cândia (MT-010), a “Estrada da Guia”, a Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra-MT) informa:

Os trabalhos no canteiro de obras seguem em andamento, porém com ritmo mais lento devido ao período chuvoso, que se estende até março em Mato Grosso. Com isso, a conclusão da obra ficará para o segundo semestre de 2019.

Até o momento já foram executados 70% dos serviços previstos em contrato;

A rodovia será duplicada entre o entroncamento com a Rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251), a “Estrada da Chapada”, e o trevo de acesso ao Rodoanel;

Os investimentos na duplicação são da ordem de R$ 34 milhões, oriundos do programa Pró-Turismo, gerido pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec-MT);

A empresa Lotufo Engenharia e Construções está à frente do empreendimento;

 

Galeria de Fotos:
Credito:
Credito:
Credito:
Credito:
Credito:
Credito:
Credito:
Credito:
Credito:










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

Enquete

GESTÃO

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora?

Excelente: MT foi destruído por governos anteriores

Bom: Está enfrentando problemss que ninguém quis enfrentar

Ruim: Não faz reformas de verdade e culpa o servidor

Péssimo: Vai conseguir ser pior que Silval e Taques

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER