13.07.2019 | 10h10


SOFREU INFARTO

Motorista que morreu em acidente em Sinop era engenheiro da Embrapa

Batida de frente entre caminhonete e carro aconteceu na rodovia dos Pioneiros, em Sinop, na sexta-feira (12), após o engenheiro sofrer infarto e perder o controle da direção.


DA REDAÇÃO

Armindo Neivo Kichel, de 63 anos, que morreu em Sinop (500 km de Cuiabá), na sexta-feira (12), após se envolver numa batida de frente entre uma caminhonete e um carro, era um conceituado agrônomo e pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), com mais de 35 anos de atuação no setor. Kichel deixa esposa, dois filhos e três netos.

Ele morava em Campo Grande (MS) e iria dar uma palestra na cidade de Juara, interior de Mato Grosso.

Armindo chegou ao aeroporto João Figueiredo, em Sinop, no final da manhã de sexta-feira (12).

Em seguida alugou um Volkswagem Voyage e seguiu para o Centro da cidade onde, durante o percurso, sofreu o acidente ao bater de frente com uma caminhonete Silverado, na rodovia dos Pioneiros. O motorista da Silverado não se feriu.

A Embrapa confirmou, por meio de nota, que Armindo sofreu um infarto agudo do miorcádio, que fez o agrônomo perder o controle da direção e entrar de forma descontrolada na contramão, bater contra a Silverado e só parar depois de bater novamente contra o muro de um motel às margens da rodovia.

O motorista da caminhonete Paulo Cesar também perdeu o controle da direção após a batida e acabou batendo de frente contra um poste de energia elétrica. Com a força do impacto, o poste se soltou do chão e ficou pendurado pela fiação elétrica. Ele disse que seguia em direção ao aeroporto.

Biografia

Engenheiro-agrônomo, com mestrado e doutorado em Agronomia, pela Universidade Federal de Pelotas (RS) e Universidade Federal da Grande Dourados (MS), respectivamente, Kichel iniciou sua carreira como pesquisador da Embrapa em 1983, na Unidade Clima Temperado (Pelotas-RS). Em 1991 chegou a Campo Grande (MS) para atuar na Embrapa Gado de Corte, ao lado dos colegas Ademir Zimmer, Manuel Macedo e Valéria Pacheco.

Ao longo de mais de 30 anos de carreira, o pesquisador especializou-se em recuperação e manejo de pastagens, a partir da utilização de sistemas integrados de produção.

Seu conhecimento na área o levou para todos os cantos do País e Kichel tornou-se próximo da classe produtora, assim, além de pesquisador passou a ser um empenhado difusor de tecnologias da Embrapa. Ele publicou dezenas de artigos e era autor de livros sobre sistemas integrados.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER