15.06.2019 | 15h50


LUTO

Morre Sophia Vitória; menina de 5 anos buscava doação de medula

Um possível doador havia sido encontrado e os testes de compatibilidade iriam começar na segunda-feira (17), mas a menina morreu devido à baixa imunidade.



A menina Sophia Vitória, de cinco anos, que passava por tratamento contra a leucemia desde 2016, no Hospital de Câncer de Mato Grosso e esperava por um transplante de medula que a salvasse, morreu na sexta-feira (14). A morte foi confirmada neste sábado (15), por familiares.

Rosângela Gonsalves, mãe de Sophia, relatou que um possível doador havia sido encontrado e os testes de compatibilidade iriam começar na segunda-feira (17), mas a menina morreu devido à baixa imunidade.

Conforme o publicou anteriormente, Sophia Victoria foi diagnosticada aos três anos de idade com Leucemia Linfoblástica Aguda – tipo B.

Sophia fazia seu tratamento no Hospital do Câncer, em Cuiabá, e realizava sessões de quimioterapia. O tratamento já havia encerrado em dezembro de 2018, repleto de medicamentos, quimioterapia e injeções, mas em março os exames apontaram a volta da doença.

Doe medula

“A pessoa que pretende ser um doador de medula realiza primeiramente um cadastro e aí será recolhido 5 ml de sangue”, explica Silvana Salomão, representante do Hemocentro de Cuiabá.

De acordo com ela, após esse sangue ser coletado, será realizado um exame para testar e identificar o genótipo desse doador. Após esse procedimento, os dados serão inseridos em um banco de dados mundial. O doador pode salvar a vida de qualquer pessoa no planeta.

A compatibilidade será testada entre o doador e o receptor, caso os resultados sejam positivos, novos exames serão realizados. E caso não tenha nenhum problema, o doador será internado e tudo isso é custeado pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Silvana explica que para a doação, o doador será anestesiado e será feito uma punção da medula óssea. Isso é feito no tutano do osso e geralmente na região do quadril, não na medula espinhal, como muito se propaga. Além disso, a realização do procedimento de doação não causa efeitos colaterais, de acordo com ela.

O Hemocentro em Cuiabá fica localizado na rua 13 de Junho, 1055 - Centro Sul.

 Para entrar em contato com Rosângela Silva o telefone é  65 9264-1288.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER