17.05.2019 | 20h45


GOLPE DA SPORT CARS

Justiça manda apreender Mini Cooper que estava sendo vendido em Santa Catarina

Veículo foi comprado em Campo Novo do Parecis pelo empresário Marcelo Sixto por R$ 115 mil, mas segundo o proprietário, não foi pago.


DA REDAÇÃO

A Justiça atendeu ao pedido de uma das vítimas da empresa Sport Cars Comércio e Locações e determinou a busca e apreensão de um Mini Cooper S Cabrio 2016/2017 que havia sido repassado à revendedora Automax Veículos sem que fosse efetuado o pagamento ao proprietário no montante de R$ 115 mil.

A decisão foi proferida pelo juiz Pedro Davi Benetti, da 1ª Vara Cível de Campo Novo do Parecis, no último dia 14.

No processo, o autor da ação declarou que o Mini Cooper foi encaminhado de Campo Novo para Cuiabá no dia 19 de março por um guincho da empresa Sport Car, a pedido do empresário Marcelo Sixto, para intermediação de venda.

Ele afirma ainda que o dono da Sport Cars garantiu que o pagamento seria feito até o dia 27 de março sendo necessário o preenchimento do recibo de venda em favor de Automax Veículos LTDA, localizada em Joinville (Santa Catarina).

“Ocorre que passada a data avençada sem que houvesse o pagamento, o autor buscou contato com o requerido sem sucesso, descobrindo pelos noticiários que o requerido Marcelo Sixto havia aplicado um golpe em diversos clientes no estado de Mato Grosso”, diz trecho do documento.

Ao procurar, a vítima disse ter encontrado o carro à venda na Automax Veículos, mas o anúncio foi retirado logo após fazer contato com a empresa.

Ao determinar a busca e apreensão, o magistrado declarou que o pedido se justifica porque há demonstração de elementos probatórios que o convenceu acerca da probabilidade do direito, o perigo de dano ou o risco ao resultado útil do processo.

“Diante do exposto, com amparo nos artigos 300 do CPC DEFIRO O PEDIDO DE TUTELA DE URGÊNCIA, a fim de determinar: A busca e apreensão do veículo marca/modelo MINI CABRIO COOPER S, deixando o autor como depositário fiel do mesmo; A abstenção dos requeridos em praticar qualquer ato ou negócio jurídico com o bem em questão; A inserção de restrição de circulação via Renajud”, determina Pedro Davi Benetti.  

Os golpes 

A loja Sport Cars funcionava na Avenida Miguel Sutil, em Cuiabá, e está fechada. O casal entrou com pedido de falência na Justiça, alegando débitos de R$ 11 milhões. 

As vítimas contam que deixaram veículos de luxo para revenda na garagem e os valores combinados não foram repassados. Algumas pessoas receberam cheques pré-datados, que estavam sem fundos. 

Foi apurado nas investigações o crime de estelionato, de apropriação indébita, por tomarem automóveis para si. 

Marcelo e Thays foram interrogados, na semana passada, na 2ª Delegacia de Polícia do Carumbé, que está cuidando do caso. 

A mulher afirmou se apenas da parte administrativa e que não participava dos negócios. Já o empresário disse que precisou usar o dinheiro das vendas para pagar dívidas. 

A loja Sport Cars funcionava na Avenida Miguel Sutil, em Cuiabá e está fechada desde o dia 28 de março. No dia 27 o casal entrou com pedido de falência na Justiça, alegando débitos de R$ 11 milhões. 

Escândalo nacional 

O caso virou escândalo nacional, quando foi transmitido pelo programa Fantástico, da Rede Globo, no último domingo (07), que mostrou que Marcelo já foi preso por aplicar o mesmo golpe nos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Leia mais

Clientes invadem a loja Sport Cars e pegam o que encontram após golpe

Dono vende carros de luxo e foge com o dinheiro dos clientes; veja vídeo

Garagem de carros de luxo alega dívidas de R$ 11 milhões e pede falência 

Polícia Civil abre inquéritos para investigar golpes da Sport Cars

Fantástico revela que dono da Sport Cars já aplicou golpes nos estados da região sul do país











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER