17.01.2015 | 10h08


"SOBRAS DA COPA"

Infraero pode assumir gestão de obras do Aeroporto Marechal Rondon

O governo do Estado, que detém a gestão do contrato com o consórcio Marechal Rondon, pleiteia junto à Infraero que ela finalize a reforma, que de acordo com seus diretores, pode ser terminada em seis meses



Os secretários de Projetos Estratégicos, Gustavo Oliveira, e de Desenvolvimento Econômico, Seneri Paludo, se reuniram nesta sexta-feira (16.01), no Palácio Paiaguás, com diretores da Infraero para definir a gestão do contrato da reforma e ampliação do Aeroporto Internacional Marechal Rondon, iniciadas em 2012. 

Com as negociações já bem avançadas, tanto nas questões técnicas quanto jurídicas que envolvem o contrato com o consórcio executor da obra e o convênio com a Infraero, ficou marcada uma inspeção in loco na próxima semana com a equipe técnica do governo do Estado, Infraero e Consórcio Aeroporto Marechal Rondon para que o cronograma seja repactuado. 

"Estamos negociando novo cronograma de execução desta obra e também avaliando a possibilidade da Infraero assumir o contrato daqui em diante", disse Gustavo, que neste governo tem a missão de dar encaminhamento às obras não finalizadas do Mundial de 2014. 

O governo do Estado, que detém a gestão do contrato com o consórcio Marechal Rondon, pleiteia junto à Infraero que ela finalize a reforma, que de acordo com seus diretores, pode ser terminada em seis meses. Já foram executados 75% da reforma. 

Participaram da reunião os diretores jurídico e de engenharia da Infraero, Francisco Siqueira e Adilson Teixeira Lima, respectivamente, o assessor da presidência, Solimar José, e o superintendente do Aeroporto Marechal Rondon, João Marcos Coelho Soares. 

Após a reunião, o Secretário Gustavo e os diretores da Infraero fizeram uma rápida visita ao Terminal, onde puderam constatar o avançado estágio das obras de construção dos terminais A e B, que inclusive estão sendo parcialmente utilizados pela população. 

Tanto governo do Estado quanto Infraero buscam em conjunto definir a melhor estratégia de finalização das obras para reduzir os transtornos aos usuários. 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER