14.11.2017 | 15h26


SEM CINTO DE SEGURANÇA

Homem morre esmagado por carro após capotamento

De acordo com informações de testemunhas, o motorista seguia pela estrada quando perdeu o controle do veículo e capotou diversas vezes. Ele e a esposa não usavam cinto de segurança.


DA REDAÇÃO

O motorista Josué Rocha, de 25 anos, morreu, e a esposa dele, de identidade não revelada, ficou gravemente ferida após o carro que eles estavam capotar em estrada vicinal no Assentamento Guapirama, em Campo Novo do Parecis (400 km de Cuiabá).

Um soldado da Polícia Militar da cidade que atendeu a ocorrência falou ao que durante o capotamento o motorista foi arremessado para fora do carro, foi esmagado pelo veículo e morreu na hora.

A esposa dele ficou gravemente ferida e foi encaminhada para uma unidade hospitalar por uma equipe de socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). 

De acordo com informações de testemunhas, o motorista seguia pela estrada quando perdeu o controle do veículo e capotou diversas vezes. Ele e a esposa não usavam cinto de segurança.

O carro caiu em cima do motorista que foi arremessado a metros de distância. A esposa dele também foi arremessada para fora do carro.

Segundo testemunhas, o veículo estava em alta velocidade e teria perdido o controle em uma curva.

O local é escuro, sem sinalização e a estrada estava molhada, com muita lama pelo trajeto, o que pode ter contribuído para o acidente.

A equipe da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) precisou da ajuda de um trator para conseguir retirar o corpo do motorista que estava preso na carenagem do automóvel.

O corpo dele foi levado ao Instituto Médico Legal (IML), de Tangará da Serra para exame de necropsia.

A Polícia Civil vai investigar as circunstâncias do acidente.

Leia mais

Motorista fica gravemente ferido após capotar carro em rodovia











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER