14.11.2017 | 15h51


96,7% DOS SERVIDORES

Governo paga nesta terça-feira servidores que recebem até R$ 14 mil

Os salários de quem ganha entre R$ 5 mil e R$ 10 mil líquidos (ou R$ 14,1 mil brutos) serão disponibilizados nas respectivas contas a partir das 20 horas.



O Governo do Estado completa nesta terça-feira (14) o pagamento de 96,7% dos servidores, subindo para 100.265 o total de funcionários do Executivo que já receberam seus vencimentos de outubro. Os salários de quem ganha entre R$ 5 mil e R$ 10 mil líquidos (ou R$ 14,1 mil brutos) serão disponibilizados nas respectivas contas a partir das 20 horas.

Com o avanço no pagamento dos salários, o Executivo chega à quitação de R$ 402,1 milhões, que vão girar na economia de todo o Estado. Na sexta-feira (10) já haviam recebido os servidores da ativa com vencimentos líquidos de até R$ 5 mil, além dos aposentados e pensionistas.

O percentual alcançado até o momento reforça o empenho do Governo em priorizar os salários dos servidores, à medida que o Tesouro apresente fluxo financeiro suficiente para honrar com esse compromisso.

Por isso, a previsão inicial era a de que 12% remanescentes receberiam após o dia 10, mas a gestão preteriu outras obrigações para avançar na liquidação da folha.

Para os demais servidores, que ganham acima de R$ 14.1 mil brutos e representam 3,2% do total, o pagamento continua previsto para até o dia 22.

Como vem ocorrendo desde a semana passada, a equipe econômica vem se reunindo com o Fórum Sindical para anunciar oficialmente às lideranças as datas de pagamento. O encontro ocorreu também nesta terça-feira (14), com o secretário de Gestão, Júlio Modesto, e a próxima reunião ficou marcada para sexta-feira (17), para informar a data final da liquidação da folha.

O governo reafirma que o pagamento por faixa salarial foi provocada pela frustração receita do Estado acumulada no ano de 2017, até o mês de outubro, em função da crise econômica que afeta o país.











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Armindo de Figueiredo Filho Figueiredo  14.11.17 18h02
Já estamos enojados, de ver todo final de mês, a mesma NOTICIA"", a respeito dessas quitações da"FOLHA". ORA BOLAS, já tinha prometido, que não teceria mais nenhum comentário. Leio este ""Periódico" , todos os DIAS. Agora , não dá mais para aguentar. o mesmo assunto, a mesma ladainha, a mesma fala.... e por "INCRÍVEL QUE PAREÇA" a mesma "DESCULPA", ou, seja, vão continuar colocando a "CULPA", nessa tal de "CRISE". BOLAS NOVAMENTE!!! Essa crise não vai terminar?????POXA!!!! ATÉ QUANDO?????

Responder

8
0

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER