11.07.2018 | 08h55


TEVE FEBRE ALTA

Delegacia apura se houve negligência em creche por morte de bebê

O inquérito foi aberto pela delegada Jannira Laranjaeira, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que entendeu que pode ter ocorrido negligência por parte da creche ao demorar em dar assistência à criança.


DA REDAÇÃO

A Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Dedica) passou a investigar a morte da menina M.N.M., de 1 ano e 5 meses, que morreu no último dia 5 após passar mal na creche munipal Wilmon Ferreira de Souza, no bairro Três Barras, em Cuiabá.

O inquérito foi aberto pela delegada Jannira Laranjaeira, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que entendeu que pode ter ocorrido negligência por parte da creche ao demorar em dar assistência à criança. No relatório encaminhado para a Dedica, ela entendeu que pode ter ocorrido culpa na morte.

Segundo as informações, a menor teve febre antes do almoço, quando foi medicada e dormiu. Em seguida, a mãe foi chamada. No início da tarde, todas as outras crianças levantaram, mas a menor continuava deitada. Quando a professora foi até ela, viu que a criança estava com febre alta.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, após perceberem que a febre estava muito alta e ela já havia sido medicada, os diretores da unidade encaminharam a menina para um posto de saúde, próximo à creche, onde recebeu os primeiros atendimentos.

Em seguida, ela foi levada pela própria família para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Morado do Ouro, onde não resistiu e morreu.

O laudo do Instituto Médico Legal (IML) ainda não foi concluído.

Leia mais

Criança passa mal em creche e morre em Cuiabá; Prefeitura investiga











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER