04.02.2019 | 11h48


TRAGÉDIA NA BR-163

Caminhão passa por cima de motociclista na frente do pai em rodovia de MT

O acidente foi registrado na noite de domingo (03) próximo ao município de Peixoto de Azevedo


DA REDAÇÃO

O motociclista Jhorans de Pinho Alencar, de 21 anos, morreu após se envolver em um acidente com outra moto e depois ser atropelado por um caminhão graneleiro no km 1.026 da BR-163, nas proximidades da cidade de Peixoto de Azevedo (670 km de Cuiabá), por volta das 20h de domingo (03).

De acordo com o Boletim da Polícia Militar, o acidente foi presenciado pelo pai da vítima, Paulo Silva de Alencar, que dirigia um Chevrolet Onix.

Ele contou que os dois seguiam para Peixoto de Azevedo, quando o piloto de uma Honda Bros, que estava com uma pessoa na garupa, bateu na Honda Titan de seu filho, que perdeu o controle da direção, invadiu a pista contrária e colidiu com o caminhão, que segundo Alencar, “estava com o farol muito alto”.

O motorista da Bros também perdeu o controle da direção e caiu no acostamento. Ele levantou rapidamente a moto e fugiu do local, juntamente com a pessoa que estava na garupa.

Já o motorista do caminhão chegou a reduzir a velocidade depois do acidente, mas não parou e seguiu a viagem.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) tenta identificar os envolvidos na batida.

Como o atropelamento resultou em morte o caso deve ser investigado pela Polícia Civil. 

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) também foi acionada para analisar o local do acidente, um laudo com as causas do acidente deve ser divulgado nos próximos dias.

Leia mais

Motociclista morre após bater em caçamba de entulho em VG











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

Enquete

GESTÃO

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora?

Excelente: MT foi destruído por governos anteriores

Bom: Está enfrentando problemss que ninguém quis enfrentar

Ruim: Não faz reformas de verdade e culpa o servidor

Péssimo: Vai conseguir ser pior que Silval e Taques

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER