17.01.2015 | 14h30


"PARTO" DA COPA

Após nove meses interditado, Viaduto da Sefaz deve ser liberado em abril

A previsão teria sido repassada ao governador Pedro Taques (PDT), pelo secretário de Projetos Estratégicos, Gustavo Oliveira, em reunião realizada esta semana.



Nove meses depois de ser interditada, porque estava trincada, a obra do viaduto da Sefaz, na Avenida do CPA, deve ser liberada no mês de abril.

A previsão teria sido repassada ao governador Pedro Taques (PDT), pelo secretário de Projetos Estratégicos, Gustavo Oliveira, em reunião realizada esta semana.

A reparação da obra milionária, que faz parte do conjunto de obras do VLT, foi paralisada antes mesmo do fim do governo Silval Barbosa (PMDB).  

Mesmo antes de ser inaugurada a obra já mostrava baixa qualidade, com asfalto defeituoso, que teve que ser refeito. No último dia 14, três carros que passavam sob o viaduto foram atingidos por queda de lama e

O viaduto foi entregue no dia 10 de fevereiro de 2014 e, antes mesmo da inauguração, todo o asfalto teve que ser trocado, devido à má qualidade da obra, que teve custo de R$18 milhões aos cofres públicos.

pedras, vindos da estrutura erguida para a Copa do Mundo. 

O viaduto deu problemas, inclusive de rachadura, logo após ser inaugurado. Desde agosto do ano passado está interditado. Especula-se que o melhor seria implodir, mas por enquanto, essa saída está fora de cogitação.

O carro do entregador técnico Rafael Almeida, de 25 anos, um Chevrolet Prisma 2010, foi o mais atingido. Ele estava passando no local, como faz todos os dias, indo para o trabalho. “Não sei direito o que nos atingiu, mas veio do canteiro de obras, que fica bem no meio da estrutura. Lá de dentro voou em nós por cima da cerca água com pedra, com terra, acho que estavam preparando cimento para fazer alguma coisa”, supõe.

“Parecia que eu tinha feito um rali”, compara Rafael. “Eu estava indo para o serviço de camisa branca e minha roupa sujou completamente. Além disso tudo, eu quase bati o carro, porque, como caiu o jato de lama no parabrisa, tampou minha visão" . 

O Viaduto da Sefaz foi interditado pelo Consórcio VLT parcialmente no dia 26 de julho para que no local fossem realizados reparos nas junções do viaduto, que faz com que a dilatação seja maior do que a prevista.

No local também foi realizada a blindagem dos cabos elétricos responsáveis pela iluminação do elevado. Já no início de agosto foi anunciada a interdição total do local. Em seguida o Consórcio anunciou que o local permaneceria  interditado até 2015 para obras.    

 

O viaduto foi entregue no dia 10 de fevereiro de 2014 e, antes mesmo da inauguração, todo o asfalto teve que ser trocado, devido à má qualidade da obra, que teve custo de R$18 milhões aos cofres públicos. 











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Antonio Carlos Pinheiro  20.01.15 10h49
Sabe o que esse viaduto tinha de errado? NADA. Pura politicagem.

Responder

0
0

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER