12.06.2018 | 14h54


VÁRZEA GRANDE

Agentes começam a utilizar radares móveis que multam a 2 km de distância

O equipamento será usado primeiramente nas avenidas da Feb, Filinto Muller e 31 de Março, na fiscalização de excesso de velocidade, acima de 60 km por hora.



A partir de julho, a fiscalização do trânsito em Várzea Grande passa a contar com um reforço a mais para inibir o excesso de velocidade nas avenidas do Município, com a utilização  de medidores de velocidade veicular estático/portátil (radar móvel), que vai multar quem trafegar pelas vias com velocidade acima de 60 km/h.

"Acreditamos que a presença do aparelho ajude a disciplinar os condutores, evitando os casos de excesso de velocidade, oferecendo mais segurança para os demais condutores e pedestres", explica o secretário interino de Defesa Social e Comandante da Guarda Municipal, Evandro Homero Dias.

O equipamento será usado primeiramente nas avenidas da Feb, Filinto Muller e  31 de Março, na fiscalização de excesso de velocidade, acima de 60 km por hora. Já foram instaladas placas indicando a presença de fiscalização eletrônica próximas aos pontos dos radares.

De acordo com o instrutor Adinaldo Tosta, o manuseio do equipamento não é difícil, porém necessita de um período de treinamento, por isso os guardas vão participar de um curso de capacitação nas avenidas até o final do mês.

Quanto ao equipamento, o instrutor assegurou que é possível flagrar veículos acima do limite estabelecido, nas vias que serão monitoradas por radares, ainda que os carros e motos estejam a uma distância de dois quilômetros.

“Os radares possuem bateria extra, podendo operar até 16 horas seguidas, e o mais importante, pode ser utilizado também nos períodos de chuva”.  

O objetivo é utilizar o equipamento no sentido de educar e fiscalizar as desobediências aos limites de velocidades estabelecidos nas vias urbanas.

"Acreditamos que a presença do aparelho ajude a disciplinar os condutores, evitando os casos de excesso de velocidade, oferecendo mais segurança para os demais condutores e pedestres", explica o secretário interino de  Defesa Social e Comandante da Guarda Municipal, Evandro Homero Dias.

O equipamento passa a valer com aplicação de multa já a partir do dia 1º de julho, mas antes disso, os agentes da Guarda Municipal estão sendo capacitados para operar o aparelho. Nesta terça-feira (12) agentes da Guarda Municipal receberam orientações práticas de manuseio do equipamento realizadas na Avenida da Feb.

“Nosso principal objetivo é a promoção de um trânsito mais seguro com a redução de acidentes, já que a presença do equipamento tende a deixar os motoristas mais alertas e prudentes, minimizando os excessos.O que queremos é reduzir ocorrências de trânsito, com vítimas”, enfatizou o secretário.

Durante o mês de junho, 40 agentes serão treinados. Neste período de treinamento, segundo o comandante, não haverá autuações e multas, somente ação educativa, já informando e alertando aos motoristas da existência dos equipamentos e os pontos existentes, porém a  partir do dia 1º de julho as multas com os equipamento  passarão a valer.

“Já estamos estudando estender a ação para a Avenida Mário Andreazza, que depende de cooperação técnica com o Governo do Estado. Neste primeiro momento os radares monitorarão estas três importantes avenidas” falou.

Homero Dias disse ainda que o objetivo da Guarda Municipal, com a utilização dos radares, não é multar os motoristas, mas sim tentar reduzir ao máximo a violência no trânsito.

“Os radares serão utilizados para coibir os excessos ao volante e proporcionar um trânsito mais seguro. Vamos autuar e multar os motoristas mais apressadinhos e que colocam em risco a sua vida e a vida de terceiros como ciclistas e pedestres”, completou.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER