05.09.2018 | 15h55


EMPREENDIMENTO

Após assinatura de TAC, condomínio de alto padrão será lançado em Chapada

Retomada de vendas do condomínio tem previsão para este semestre; TAC foi firmado ano passado entre MPE e a construtora Ginco



Quase um ano após ter sua implantação adiada pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso (MPE), o projeto do condomínio Florais Chapada em Chapada dos Guimarães (a 69 km de Cuiabá), será retomado pela incorporadora Ginco Urbanismo, que já se prepara para lançar o empreendimento em nova área. 

Com a mudança de local prevista em Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado ano passado entre o MPE e a construtora, as vendas das unidades do Florais Chapada devem ser retomadas ainda neste segundo semestre. O condomínio, que agora será construído ao lado da Pousada Penhasco, teve seu projeto reestruturado para a região, que já tem vários outros empreendimentos e está localizada a 3 km do centro da cidade. 

Em 2017, a Ginco havia programado lançar o empreendimento em outra área de 300 mil quadrados, localizada próximo ao bairro Aldeia Velha. No entanto, o local foi considerado desfavorável para ocupação tanto no aspecto urbano como ambiental. O TAC firmado com o MPE, por meio da 1ª Promotoria de Justiça Cível de Chapada dos Guimarães e a incorporadora estipulou a desistência da área, mas permitiu a construção do Florais Chapada em outra área na cidade, mantendo, inclusive, o mesmo nome.

À época, a Ginco afirmou que os estudos para a implantação do empreendimento Florais Chapada já vinham ocorrendo há dois anos, tendo inclusive recebido pareceresde órgãos como ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade), Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), CUCO/SEMA (Coordenadoria de Unidade de Conservação/SEMA) no processo de licenciamento ambiental.

De acordo com a empresa, a equipe técnica responsável pelo andamento do projeto já está com os estudos ambientais e licenças necessários para a implantação na nova área em andamento. 

A Ginco é responsável pela construção e entrega de condomínios horizontais de alto padrão em Cuiabá e Várzea Grande, como os Florais, Belvedere, Villa Jardim e Supremo Itália. 











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

JAIME ROMAQUELLI  05.09.18 17h28
Foi importante essa troca de área feita pela GINCO para construção do condomínio Florais em Chapada. No entanto, a área atual possui apenas cerca de 20 hectares de espaço edificável. Uma boa parte dessa área está localizada num plano mais baixo, junto ao paredão. Essa parte mais baixa é toda constituída de APPs (paredão e nascentes), não sendo possível quaisquer tipos de edificações. Parece de bom tom a empresa elaborar um projeto com um número de casas bem menor que o projeto da área anterior, com uma quantidade de áreas livres maior. É bom exemplo para isso o Condomínio Jatobá, ao lado da Pousada Penhasco também, de cujo processo para aprovação tivemos a oportunidade de participar, como Promotor de Justiça de Chapada. De 78 hectares, foram edificados não mais que 10.

Responder

7
1
Matéria(s) relacionada(s):

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER