17.06.2017 | 07h40


VEJA VÍDEO

Primeira-dama anuncia processo seletivo na Assistência Social e Siminino

Márcia Pinheiro diz que contratação será para vários cargos da secretaria. Novo projeto vai atender 500 meninos em Cuiabá.


Da Redação

A primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro anunciou, em entrevista ao , que a prefeitura divulga na próxima semana o processo seletivo para contratação de pessoal para diversos cargos na Secretaria Municipal de Assistência Social.

"Nós precisamos aumentar o quadro pessoal para fazer um bom atendimento, que é o que queremos", afirmou. 

Outras novidades anunciadas por Márcia Pinheiro, são a criação do projeto social Siminino e a ampliação do Siminina, que atende 1,030 meninas dos 7 aos 14 anos e deve passar a garantir assistência à garotas de 15 anos de idade, com foco na capacitação para o mercado de trabalho.

No caso do Siminino, a primeira-dama destaca que o projeto vai iniciar com atendimento a 500 meninos com idades entre 7 a 14 anos, que é o período considerado de maior vulnerabilidade social.

Márcia Pinheiro, que lidera a campanha de arrecadação e distribuição de cobertores à entidades filantrópicas e pessoas em situação de rua, comenta sobre a dificuldade que é conseguir solucionar esse problema, já que muitos estão nessa condição por conta de vício em drogas e não podem ser retirados à força. 

Ela lembra que em distribuição recente de cobertores, encontrou entre as pessoas em situação de rua, na região do bairro do Porto, uma mulher que era vereadora e um homem que era advogado. "Isso não é causa, é consequência. Ninguém está ali porque quer", opina ela. Para a primeira-dama, a questão tem que ter tratamento das três esferas do Poder Executivo, agindo a longo prazo, pois em ações imediatistas, ela aponta que de 10 pessoas que são retiradas das ruas, 8 voltam.

 

Confira a entrevista na íntegra

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER