15.06.2019 | 10h00


VÍCIO DE PARCIALIDADE

TJMT julga pedido de suspeição de José Riva contra Selma Arruda



O Tribunal de Justiça de Mato Grosso julga na próxima terça-feira (18), a apelação criminal feita pelo ex-deputado José Riva contra a juíza aposentada Selma Arruda, em que ele pede extensão da decisão em favor de Humberto Bosaipo, que derrubou todas as decisões da ex-titular da Sétima Vara Criminal em desfavor dele por “vício de parcialidade”.

Riva pede a nulidade dos atos processuais, apontando vício de parcialidade, alegando que ela, conforme declaração de ex-assessora da juíza aposentada, ordenava o indeferimento para todos os requerimentos dele. O ex-deputado argumenta ainda que Selma usou o cargo para projeção pessoal, visando ascensão política.

Em abril de 2018 esse pedido foi arquivado pelo desembargador Marcos Machado, em decisão monocrática, sob a alegação de perda de objeto, tendo em vista a aposentadoria de Selma Arruda, mas Riva  recorreu e a decisão cabe agora à segunda instância.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER