19.05.2017 | 16h04


AMANTE GRAMPEADA

Tatiana Sangali procurou Francisco Faiad para advogar em caso de escutas



A ex-servidora da Sinfra, Tatiana Sangalli, mulher pivô do esquema de arapongagem em MT, envolvendo políticos, empresários, advogados e jornalistas, levado à Procuradoria Geral da República pelo promotor Mauro Zaque, na semana passada, está tentando contratar o advogado cuiabano Francisco Faiad, ex-secretário de Administração do Governo de Silval Barbosa, para defende-la em processo sobre o caso.

Sangalli declarou à imprensa que foi amante do ex-chefe da Casa Civil, Paulo Taques, e afirmou que não permitirá que seu nome seja usado para encobrir crimes. Faiad confirmou à coluna as tratativas com Tatiana e disse que, por enquanto, ainda não está fechada a questão. 

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER