17.10.2010 | 13h16


Política e Religião não se misturam, pelo menos não deveriam

  1. Do Blog do Josias de Souza, no UOL, hoje (16). Deus fez o homem à Sua imagem e semelhança. E dele fez a mulher. O Senhor ordenou que crescessem e se multiplicassem.

    O tempo passou. E, no ano da graça de 2010, o processo de criação resultou no nascimento das candidaturas de José Serra e Dilma Rousseff.

    Nesta sexta (15), enquanto Dilma divulgava em Brasília sua carta de rendição aos religiosos, a assessoria de Serra distribuída em São Paulo o panfleto ao lado.

    Na peça, a inscrição: "Jesus é a verdade e a Justiça". O santinho veio à luz num encontro de Serra com cerca de 1.500 professores.

    Na boca da urna, Serra e Dilma falam de Deus com tal convicção que a platéia é tentada a crer que Ele não existe. Ou, por outra, não merece existir.

    Fica-se com a impressão de que, se existe, o Padre Eterno não dá expediente integral. Nas Suas horas de folga, assume o Tinhoso.

    Confira o "santinho" de Serra:











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER