18.06.2019 | 10h55


REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Policiais civis de MT param de trabalhar para protestar contra Bolsonaro



Investigadores e escrivães da Polícia Civil de Mato Grosso devem cruzar os braços na próxima terça-feira, dia 25, para protestar contra o projeto do governo Jair Bolsonaro, de Reforma da Previdência, que está em votação.

A paralisação foi aprovada em assembleia geral, por 200 policiais civis, no último dia 14, na sede do Sindicato dos Investigadores de Polícia do Estado de Mato Grosso (Sinpol-MT).

Os policiais protestam por direitos das polícias brasileiras.

Ainda não foi informado se será mantido o mínimo de 30% de efetivo nas delegacias do Estado.











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Claudio  18.06.19 14h52
Faz arminha que passa! aposto que todos ali votaram no bozo.

Responder

1
2

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER